As melhores fotos do mundo. No Sony World Photography Awards

  Mais de 227 mil fotografias realizadas em 49 países diversos, que narram os diferentes aspectos do conturbado ano de 2016. São as imagens finalistas do Sony World Photography Awards que, desde 2007, é um dos mais importantes concursos fotográficos internacionais. Na foto de abertura da matéria, búfalos sedentos bebem sob um céu estrelado, na reserva natural Zimanga Private Game, em Kwa-Zulu Natal, África do Sul. Foto: Andreas Hemb, Suécia.

 
Mais de 227 mil fotografias realizadas em 49 países diversos, que narram os diferentes aspectos do conturbado ano de 2016. São as imagens finalistas do Sony World Photography Awards que, desde 2007, é um dos mais importantes concursos fotográficos internacionais. Na foto de abertura da matéria, búfalos sedentos bebem sob um céu estrelado, na reserva natural Zimanga Private Game, em Kwa-Zulu Natal, África do Sul. Foto: Andreas Hemb, Suécia.
  Mais de 227 mil fotografias realizadas em 49 países diversos, que narram os diferentes aspectos do conturbado ano de 2016. São as imagens finalistas do Sony World Photography Awards que, desde 2007, é um dos mais importantes concursos fotográficos internacionais. Na foto de abertura da matéria, búfalos sedentos bebem sob um céu estrelado, na reserva natural Zimanga Private Game, em Kwa-Zulu Natal, África do Sul. Foto: Andreas Hemb, Suécia. (Foto: Luis Pellegrini)


 

 

Por: Equipe Oásis


As imagens são divididas em três categorias: uma dedicada aos fotógrafos profissionais, uma categoria Open dedicada também aos amadores, e uma terceira para os que têm menos de 20 anos (em 2017 foi acrescentada uma sub-categoria especial para os estudantes de fotografia). Os vencedores serão proclamados no dia 20 de abril. Enquanto isso, aqui vai uma amostragem das fotos mais bonitas.

 

Um colossal cardume de peixes (mais um exemplar solitário em primeiro plano) na área marítima protegida de Cabo Pulmo, no México. Foto: Christian Vizl, México.


 

O cume do Monte Fuji, no Japão, cercado de nuvens. A foto intitulada “Moody” (lunático, em inglês). Foto: Ann Ric, Malásia.

 

 

“Diamond dust” (Poeira de diamantes) é o título desta foto tirada em fevereiro de 2016 na região de Nagano, no Japão. O fenômeno da “poeira de diamantes” é causado pela formação de minúsculos cristais de gelo suspensos próximos ao solo que se formam até mesmo na ausência de precipitações. Ao amanhecer, o efeito da luz solar sobre os cristais de gelo cria jogos de cores em tonalidades douradas. Foto: Masayasu Sakuma, Japão.


 

Um funcionário do Centro Hetaoping, de Wolong, na China, cuida de um filhote de panda vestindo uma fantasia de panda adulto. A fantasia é necessária para que o jovem animal não passe a considerar um ser humano como sua mãe. Desde 2016 o panda não é mais oficialmente uma espécie em risco de extinção. Embora o seu habitat permaneça ameaçado, o panda passou da categoria “em perigo” para a de “vulnerável”na lista da IUCN. Foto: Ami Vitale, Estados Unidos.

 

 

Tons de cinza colorem este panorama de trecho da reserva natural Vermilion Cliffs, no Arizona, EUA. Como protagonista absoluto da imagem, surge uma árvore solitária. A foto faz parte de uma série na qual, através do cinza, dá-se a ilusão de uma realidade colorida. Foto: Tom Jacobi, Alemanha.


 

Um refúgio improvisado realizado entre velhas carcaças de automóveis. Syuzanna, 9 anos, vive ali, e a sua casa, agora desabitada, está ao fundo. Seu pai se suicidou por causa de débitos dez dias antes que a foto fosse produzida, na periferia da cidade de Gyumri, na Armênia. Foto: Yulia Grigoryants, Armênia.


 

Inundação em Port Vincent, Louisiana, EUA. Foto: Joe Raedle, Estados Unidos.

 

 

Essa natureza morta pode não significar muita coisa para um brasileiro, mas as pessoas de língua inglesa imediatamente tiram dela um jogo de palavras a respeito de comida: “Egg and soldiers”, significando ovos e pão tostado. Foto: Grant Hegedus, Reino Unido.


 

A foto retrata Li Hang, jovem chinês de 11 anos que sofre da síndrome de Prader-Willi, uma doença genética que acarreta graves consequências para o paciente, dentre as quais distúrbios hormonais que causam a obesidade. Foto: Li Song, China.


 

Um concurso regional de bodybuilding para várias faixas etárias, em Stavropol, Rússia. Foto: Eduard Korniyenco.


 

Boom econômico e desenvolvimento urbano no distrito de Fuling, que possui 1.066.700 habitantes distribuídos em menos de 3 mil quilômetros quadrados. Essa região fica na municipalidade de Chongqing, na China. Foto: Julien Chatelin, França.


 

Retrato de Carmen Hernandez, cubana filha de imigrantes espanhóis. Foto: Anisleydi Cattan, Cuba


 

Alguns combatentes das forças líbicas ligadas ao governo de Tripoli ao lado de m gigantesco lampadário de uma sala de reuniões na cidade de Sirte. Foto: Alessio Romenzi, Itália.

 

 

O Muharram, um dos quatro meses sagrados do calendário lunar muçulmano. Ele prevê dez dias de luto pelo iman Hussein, o neto do fundador do Islã, Maomé. Foto tirada em Ardabil, no Irã. Foto: Emrah Karakoç, Turquia.


 

“Painless Beauty” (beleza sem dor) é o título desta fotografia que mostra os sacrifícios que certas pessoas estão dispostas a fazer em nome da beleza. A moça protagonista parece quase não sentir sofrimento quando se submete à colocação de um piercing na boca. Foto: Andrej Kiripolskí, Eslováquia.

 

 

Uma das fotos de uma série que descreve o trabalho da médica Ciupitu, no centro da foto, em Gângiova, na Romênia. O bebê que ela examina sofre apenas de uma otite, mas é visível a preocupação dos familiares. O país ocupa o primeiro lugar na Europa para a taxa de mortalidade infantil, com 8,4 mortos para cada mil recém nascidos. Foto: Ioana Moldovan.


 

Uma “tipi” (uma tenda indígena de forma cônica) com as assinaturas de pessoas que apoiam os protestos dos índios sioux contra o Dakota Access Pipeline, na reserva de Standing Rock, no Dakota do Norte. Foto: Amber Bracken, Canadá.

 

 

Férias na baía de Veslo, no Mar Adriático, em Montenegro. A foto foi feita com um drone. Foto: Placido Faranda, Itália.


 

As cores de uma série de coleópteros gigantes (Euchroma gigantea) expostos no Museu de História Natural de Londres. Foto: Felicity McCabe, Estados Unidos.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247