As plantas ouvem. Elas encontram água sentindo as vibrações

As raízes das plantas percebem os sons provenientes das fontes hídricas e escolhem aquela direção para se nutrir, crescer e se desenvolver. Sabem inclusive distinguir entre um borbulhar verdadeiro e o de uma gravação. É mais uma prova de que as plantas são seres sensíveis e inteligentes.

As raízes das plantas percebem os sons provenientes das fontes hídricas e escolhem aquela direção para se nutrir, crescer e se desenvolver. Sabem inclusive distinguir entre um borbulhar verdadeiro e o de uma gravação. É mais uma prova de que as plantas são seres sensíveis e inteligentes.
As raízes das plantas percebem os sons provenientes das fontes hídricas e escolhem aquela direção para se nutrir, crescer e se desenvolver. Sabem inclusive distinguir entre um borbulhar verdadeiro e o de uma gravação. É mais uma prova de que as plantas são seres sensíveis e inteligentes. (Foto: Luis Pellegrini)

 

 

Por: Luis Pellegrini

Fonte: www.luispellegrini.com.br

 

Como fazem as plantas para sempre localizar as fontes de água próximas, até mesmo quando no solo não existe nenhum traço de umidade? Simples: como se tivessem ouvidos, elas se põem a escutar. As raízes são capazes de perceber as vibrações acústicas causadas pelo ruído da água, e conseguem distinguir se elas são autênticas. Só quando têm certeza tomam a decisão de se desenvolver naquela direção.

 

A botânica Monica Gagliano em uma das estufas do seu laboratório de pesquisas

 

Você não me engana

Um grupo de biólogos da Universidade da Austrália Ocidental liderado pela botânica Monica Gagliano colocou à prova o “ouvido musical” de algumas plantas de ervilha ((Pisum sativum), com suas raízes separadas por vários pequenos tubos. O experimentou demonstrou que as raízes sabiam distinguir o som produzido pela água que escorria em uma pia, e logo se dirigiram em direção a ela. A gravação desse mesmo ruído, emitido de um outro ponto do laboratório, não atraiu nenhuma raiz.

 

Mudas de plantas de ervilha

 

Isso não foi tudo: Quando, numa segunda fase do experimento, as raízes puderam “ouvir” o ruído de água escorrendo no solo e aquele proveniente do fluxo na pia, imediatamente se voltaram todas na direção daquele primeiro ruído. Demonstraram assim preferir, entre as várias fontes hídricas, aquelas que se encontram presentes no seu próprio habitat natural.

Bússola natural

Segundo os autores do estudo, as plantas se aproveitam das vibrações sonoras para tomar decisões comportamentais. Inicialmente, as raízes se orientam com base na proveniência do som da água. Num segundo momento, encontram o ponto preciso onde podem “beber”analisando a umidade do solo.

 

A capacidade que as raízes das plantas têm de se desenvolver em direção às fontes de água acaba de ser explicada

 

O experimento explicou um fenômeno que até agora permanecia um mistério para os botânicos: a razão pela qual muitas vezes as raízes se movem na direção de canos condutores de água até mesmo quando eles são sigilados e não deixam escapar nenhuma umidade. Ao mesmo tempo, o experimento esclareceu por que as plantas podem sofrer com a poluição acústica: ela pode tornar mais difícil a localização de nutrientes através das vibrações sonoras.


Mais info: http://www.news.uwa.edu.au/201704119544/research/study-reveals-plants-listen-find-sources-water


Video: Dra. Monica Gagliano explica a descoberta (em inglês)

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247