CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Oásis

Mianmar, Bavária, Lençóis Maranhenses: o fascinante mundo das viagens

Coluna sobre viagens, assinada pela jornalista Fabíola Musarra. A cada 15 dias, ela traz as novidades do setor, mostra roteiros e dá dicas sobre turismo. A ideia é facilitar ainda mais sua vida, dando a nossa contribuição para que você faça as viagens de seus sonhos, sem transtornos e com excelentes recordações. Boa leitura!

Coluna sobre viagens, assinada pela jornalista Fabíola Musarra. A cada 15 dias, ela traz as novidades do setor, mostra roteiros e dá dicas sobre turismo. A ideia é facilitar ainda mais sua vida, dando a nossa contribuição para que você faça as viagens de seus sonhos, sem transtornos e com excelentes recordações. Boa leitura! (Foto: Gisele Federicce)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Tempestade de poeira desce sobre os templos de Bagan, em Mianmar

 

Por: Fabíola Musarra 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

 

1 Cruzeiro pela Ásia mostra a exótica Mianmar

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Mianmar é um país especial e repleto de novidades, especialmente para quem vive no Ocidente, de cultura e costumes tão diferentes. A antiga Birmânia fica ao sul da Ásia continental e é limitada ao norte e nordeste pela China, a noroeste pela Índia e por Bangladesh, a leste pelo Laos, e a sudeste pela Tailândia. É banhada ao sul pelo Mar de Andamão e pelo Canal do Coco, e a oeste pelo Golfo de Bengala.

A esta altura você deve estar se perguntando a razão de todas essas informações. O motivo é simples: se você for para lá vai se deparar com um país que é um misto das culturas chinesa e hindu e que recebe, em menor escala, influência de outras raças e crenças, fato este que vai te ajudar a compreender a multiculturalidade de Mianmar.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O Grande Palácio Real, em Yangon, a antiga Rangoon, capital de Mianmar

 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Só para te dar uma ideia do isso significa, cerca de 90% da população do país é budista. A religião, porém, não é a única herança cultural recebida pela Terra do Ouro, como Mianmar também é conhecida. Como os seus vizinhos de sudeste asiático – Tailândia e Laos –, o país festeja a chegada do Ano Novo com muita água.

 

Grande Buda Deitado, em Yandon, capital de Mianmar

 

O ritual acontece todo mês de abril, entre os dias 13 e 18. Lembre-se disso se um dia estiver lá nesta época do ano e se proteja para não tomar um banho em plena rua. Os birmanes brindam o início do novo ano jogando baciadas de água em quem encontram pela frente.

 

Profusão de templos budistas em Mianmar

 

Não pense que são pessoas mal-educadas e que este é um gesto gratuito. Ao contrário. A água é considerada por algumas vertentes do budismo como um líquido que simboliza a vida, purifica e traz a renovação para o novo ciclo. Em outras palavras, ser “abençoado” com um banho significa receber bons fluídos para o ano que começa.

Muitas agências e operadoras oferecem roteiros para este fascinante destino. A Avalon Waterways, por exemplo, disponibiliza um seleto cruzeiro (somente 36 passageiros) para Mianmar, navegando pelo Rio Irrawaddy. Com a primeira saída em 29 de outubro de 2015, o pacote tem preço promocional a partir de US$ 5.463 por pessoa (tarifa normal a partir de US$ 6.069), para reservas consolidadas até 1º de agosto deste ano.

 

Garoto budista participa de ritual em templo da capital, Yangon

 

A viagem começa em Yangon, antiga Rangoon, em Mianmar. Na cidade é feito um passeio a pé percorrendo as suas principais atrações, além de uma visita ao Shwedagon Pagoda, considerado o pagode mais antigo do mundo. 

Depois, o programa é navegar pelo Irrawaddy – o maior rio de Mianmar, com origem glacial no Himalaia, para descortinar um mundo de lugares e sabores inusitados e conhecer tradições milenares, santuários luxuosos, florestas de teca e aldeias ribeirinhas.

Ao todo 11 cidades são visitadas pelo cruzeiro. Seu preço inclui aéreo/ida e volta entre Yangon e Bhamos, os passeios em terra e as refeições a bordo, com bebidas. Informações: Globus/Avalon Brasil, tel. 0800 761-2525, www.globus.tur.br.

 

 

Castelo e ponte medieval em Heildelberg

 

2 Na Bavária, castelos dos contos de fada


Alemanha Romântica é o nome da viagem de sete dias oferecida pela Intravel Turismo. O roteiro tem seu ponto de partida em Frankfurt e segue para Heidelberg, onde há uma parada para conhecer o castelo local e fazer um passeio panorâmico.

Heidelberg, a cidade universitária mais antiga da Alemanha, é uma das mais visitadas do país. Com localização privilegiada entre bosques e vinhedos, é um mix de vida estudantil, ruas pitorescas e impressionantes monumentos.

 

Friburg, cidade histórica da Alemanha

 

O caminho que conduz até ela e aos demais lugares visitados nesta viagem é a Estrada Romântica, assim chamada por percorrer algumas bucólicas e históricas cidades alemãs. Caso de Friburgo, o próximo destino. Ali se encontram os vinhedos Kaiserstuhl e ruas medievais margeadas por pequenos canais adornados por mosaicos da região do Reno. Pernoite em Friburgo.

Pela manhã saída para o Titisee, o maior lago da Floresta Negra. Acomodação em hotel. Depois, partida rumo a Lindau, pequena ilha no Lago Constança, onde é possível ver o Leão Sentado, símbolo da Bavária. Com 6 m de altura, a imponente estátua de mármore do rei da selva testemunha a tríplice fronteira entre Alemanha, Áustria e Suíça.

 

Castelo Neuschwanstein, na Bavária, um dos castelos construídos pelo rei Ludwig 2o

 

A próxima cidade é Füssen, com seu charmoso centro antigo e onde a Estrada Romântica termina. Hospedagem. No dia seguinte, visita ao Castelo de Neuschwanstein, um castelo de contos de fada em pleno século 21.

 

A Galeria dos Cantores, no Castelo Neuschwanstein

 

Esse castelo começou a ser erguido em 1869 por ordem de Ludwig 2º da Bavária, mais conhecido como o “Rei Louco da Baviera”. Sua construção foi inspirada nos castelos medievais dos Cavaleiros Teutônicos e seus salões aludem a mitos, fábulas e lendas. Em seguida, visita ao Palácio de Linderhof, o menor dos três palácios construídos por esse rei.

 

Fachada e jardins do Castelo Linderhof, o menor dos três construídos por Ludwig 2o

 

À tarde partida para Oberammergau, célebre pelo Auto da Paixão que promove desde 1633 e é representado a cada dez anos. Na cidade há uma visita à abadia beneditina de Ettal, fundada pela Casa de Wittelsbacher. A última etapa do trajeto leva a Innsbruck, capital do Tirol, na belíssima Áustria. Pernoite.

O passeio da manhã pela cidade austríaca inclui o mausoléu do imperador Maximiliano e o centro histórico, onde se destaca o Telhado de Ouro. Ao meio-dia saída para Munique, a capital da Bavária. Situada a pouca distância dos Alpes, a cidade é alegre e cheia de vida – sua Festa da Cerveja (Oktoberfest) é famosa. Hospedagem.

 

Em outubro, em Munique, tem a Festa da Cerveja

 

Logo cedo, visita aos jardins do Palácio das Ninfas. O palácio barroco foi residência de verão dos reis da Bavária. O tour prossegue até o centro da cidade, com stops em seus principais monumentos, como a Catedral da Virgem (Frauenkirche).

Durante o passeio há uma parada para conhecer um dos mais importantes símbolos da cidade: a praça Marienplatz, com seu carrilhão, o Glockenspiel. Centro geográfico e social de Munique desde a sua fundação, o carrilhão fica no alto da fachada da prefeitura, projetada em estilo neogótico.

 

A Marienplatz, coração antigo de Munique

 

Pontualmente às 11, 12 e 17 horas, os 43 sinos do carrilhão tocam, apresentando um imperdível espetáculo. Na apresentação de oito minutos, bonecos surgem e se movem acompanhados por músicas, representando importantes momentos da história da Alemanha, como os dançarinos que festejam o fim da peste que dizimou o país em 1517.

À tarde, tempo livre para conhecer essa apaixonante cidade. À noite, a dica é ir até a Hofbrauhaus, a mais antiga cervejaria em funcionamento do mundo. Ela fica no coração do Viktualinmarket, um mercadão no centro.

Ali a cerveja é degustada ao som de alegres bandas e acompanhada por pratos típicos da Baviera, como o lombo e o joelho de porco, e variados tipos de salsichas, entre eles a Weisswurst (salsicha branca).

 

Em Friburg, banca de vendedor de contas

 

Uma curiosidade: foi na Hofbrauhaus que Hitler fez o seu primeiro discurso e apresentou o "Programa de 25 Pontos" do Partido dos Trabalhadores Alemães (DAP), em 24 de fevereiro de 1920. 

Depois da animada noite, hora de dormir. Café da manhã no hotel e fim da viagem. O pacote inclui seis noites de hospedagem com café de manhã e guia em espanhol/português. O preço por pessoa em apartamento duplo é € 1.020 e não inclui as passagens aéreas. Informações: Intravel Turismo, www.intravelcom.br, tel. (11) 3206-9000.

 

 

Safaris nos parques nacionais da Tanzânia são cheios de emoções

 

3 África dos meus sonhos

Visitar a Tanzânia é ter um passaporte ao um dos maiores tesouros da África: suas riquezas naturais. Se você é um amante da natureza, o roteiro da Tereza Perez Tour pode te interessar. Com duração de dez dias, a viagem começa em Zanzibar, uma ilha situada ao largo da costa, na margem leste-africana.

 

A cratera do vulcão NgoroNgoro, na Tanzânia, é uma verdadeira arca de Noé, repleta de animais selvagens

 

Depois vai te conduzir em uma jornada a uma das maiores atrações do país: a cratera do extinto Vulcão Ngorongoro. Considerada a Arca de Noé da África Oriental, a gigantesca cratera é um santuário da biosfera.

E assim o roteiro segue para o Parque Nacional do Serigueti, palco da migração de animais, onde nesta época é possível ver as imensas manadas de gnus e zebras em busca de melhores pastagens.

 

Os hoteis de selva, na Tanzânia, não dispensam todos os confortos modernos

 

Fazem parte da viagem o aéreo interno, duas noites em Dar es Salaan, três noites em Zanzibar, três noites no Serengeti, uma noite em Johanesburgo, safáris, traslados e refeições descritas no roteiro. Custa a partir de US$ ​8.862 por pessoa, preço válido de ​1º julho a 31 de outubro 2014. Informações: Tereza Perez Tours, tels. (11) 3799-4000 e (11) 3390-9000, www.teresaperez.com.br.

 

 

A histórica cidade de Richmond, capital da Virgínia

 

4 É verão na Virginia

O verão na Virginia, na região da capital dos Estados Unidos, é um tempo de celebrar a saúde e o bem-estar de uma vida ativa com atividades ao ar livre. Para incentivar essa prática, o Turismo da Virginia criou em seu site a página “25 Aventuras em Virginia”, com ideias de refúgios ao ar livre para todos os tipos de habilidades, desde escaladas e esportes aquáticos até rotas ciclísticas.

A página inclui um mapa interativo com as atrações em todo o Estado, da Costa Leste aos altos Montes Apalaches. Traz ainda dicas de hospedagem e passeios para quem quer passar um fim de semana na Virgínia. Confira: www.Virginia.org/vaoutdoors.

Video:

http://youtu.be/UueAVzTY1y0

embed

 


Puerto Rico, no privilegiado clima do Caribe


5 Porto Rico, a melhor ilha para os norte-americanos

Localizado na parte oriental do Mar do Caribe, a leste da República Dominicana e no oeste das Ilhas Virgens, Porto Rico foi eleita a melhor ilha dos Estados Unidos pelos leitores do jornal “USA Today”, que atualmente tem um público diário de mais de três milhões.

Segundo o jornal norte-americano, Porto Rico é um destino tropical que oferece ao turista uma experiência exótica, complementada pela beleza natural, excelente gastronomia, música e rica herança cultural.

 

Há inúmeros hoteis e resorts nas belas praias de Puerto Rico

 

Porto Rico é uma das principais ilhas do arquipélago de mesmo nome. Também integrado pelas ilhas Vieques, Culebra e Mona (as maiores) e por várias ilhas menores, o arquipélago foi descoberto pela Espanha. Desde um referendo em 2012, os porto-riquenhos optaram por pertencer aos Estados Unidos, passando a ser o 51º Estado daquele país.

 


Dunas e lagoas azuis a perder de vista, nos Lençóis Maranhenses


6 Um idílico paraíso chamado Lençóis Maranhenses

 

Desenhado por dunas de até 40 metros de altura, lagoas formadas por águas pluviais e rios, com tons que variam entre o verde e o azul. Assim é Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, uma área que exibe paisagens deslumbrantes em seus 155 mil hectares. Distante cerca de 260 km da capital maranhense São Luís, o parque foi criado em 1981.

Situado no litoral oriental do Maranhão, às margens do Rio Preguiças, o parque é um ecossistema costeiro único dentro do bioma caatinga, que associa ventos fortes e chuvas regulares. Engloba os municípios de Humberto de Campos, Primeira Cruz, Santo Amaro e Barreirinhas, sendo que este último é sua principal porta de entrada. O ingresso para esse paraíso pode ser adquirido na Venturas.

 

Dunas branquíssimas e lagoas azuis perdem-se no horizonte dos Lençois

 

O roteiro de oito dias tem a próxima saída marcada para o dia 5 de julho, quando parte do aeroporto de Guarulhos (SP) rumo a São Luís. Traslado ao hotel, com pernoite e café da manhã. No primeiro dia acontece um tour pelas ruas da bela capital do Estado para conhecer um conjunto arquitetônico dos séculos 17, 18 e 19, palácios, museus, igrejas, becos, ruelas, solares e sobrados.

Barreirinhas é o destino do dia seguinte. A primeira parada é em Morros, com embarque em voadeira até Caburé, no Rio Preguiças. Principal via fluvial do município de Barreirinhas, o rio nasce no povoado Barra da Campineira, em Anapurus, e percorre mais de 120 km até desaguar no Oceano Atlântico em frente ao povoado de Atins.

 

Pratos à base de peixe e frutos do mar constituem a base da culinária na região dos Lençóis

 

À tarde, passeio ao Farol do Preguiças, no povoado ribeirinho de Mandacaru, uma vila de pescadores localizada entre as praias de Caburé e de Atins, seguida de visita ao dormitório das aves, com seu ninhal de pássaros, como guarás e garças. Retorno a Caburé, com pernoite.

Após o café, partida em voadeira para os Pequenos Lençóis, passando pela foz do Rio Preguiças e em Vassouras. Pernoite em Barreirinhas. Pela manhã, passeio via Rio Preguiças até a Casa de Farinha para acompanhar de perto o preparo da farinha de água, feita à base de mandioca.

 

Igreja Matriz de Barreirinhas, no extremo leste dos Lençóis Maranhenses

 

De lá a viagem segue até a comunidade Marcelino, onde é possível conferir o processo de produção de suas artesãs. Elas confeccionarem bolsas, chapéus e outros itens com a fibra do buriti (espécie de palmeira).

A Lagoa Bonita é a próxima atração. Cercada por dunas, é considerada um dos principais cartões-postais do parque. Retorno a Barreirinhas. Depois, partida e acomodação em hotel em Santo Amaro. Logo cedo, visita à Lagoa da Gaivota, uma das maiores e mais bonitas da região.

Ainda em Santo Amaro, passeio ao Espigão e ao povoado de Betânia, com stops para banhos nas lagoas. Regresso a São Luís, com pernoite. Traslado ao aeroporto e regresso a São Paulo.

O pacote inclui aéreo São Paulo/São Luís/São Paulo voando TAM, taxas de embarque, traslados, guia, seguro viagem e um brinde. Informações: Venturas, tel. (11) 3879-9494, site www.veturas.com.br.

 

 

Passeios de helicóptero permitem ver todo o espetáculo das cataratas

 

7 Cataratas do Iguaçu em 360 graus

As Cataratas do Iguaçu (PR) acabam de ganhar mais um atrativo: o Street View, um aplicativo que possibilita ao internauta percorrer a trilha das Cataratas, visualizando as quedas em toda sua extensão em um ângulo de 360 graus. O recurso online faz parte do projeto Park View, uma parceria do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e o Google.

 

Neste momento Iguaçú vive o apogeu das águas altas

 

Além do passeio virtual pelas cataratas, o Street View permite ainda vistas panorâmicas de 360 graus na horizontal e 290 graus na vertical de outros pontos turísticos brasileiros, como a Sala São (SP), a Floresta Amazônica (AM) e o Elevador Lacerda (BA). Anote: www.google.com/maps/views/view/streetview/brazil-highlights/iguacu-national-park/OuNqKjW0lmXNfpEjs8u9JA?gl=us&heading=249&pitch=97&fovy=75.

 

 

O cânion de Cambará do Sul

 

8 Expedição fotográfica aos cânions do Sul do Brasil

Situada entre os Estados de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul, a Serra Geral abriga paisagens cinematográficas. Protegida por três parques nacionais, a região preserva o maior conjunto de cânions do Brasil.

Caminhar e contemplar altíssimos paredões de rocha, penhascos e abismos é a proposta deste roteiro de oito dias da Trilhas & Trilhas.

 

Safári fotográfico na região de são Joaquim

 

Direcionada a fotógrafos que desejam aprimorar seus conhecimentos em fotos da natureza, a viagem é acompanhada por um fotógrafo profissional, e dá direito ao aprendizado da regulagem da câmera, do uso de objetivas e filtros, da composição da imagem, da luz e da fotometria.

Com saída em 5 de julho, a expedição começa com a recepção no aeroporto de Florianópolis (SC) e traslado a Urubici. A partir daí, subida da serra até atingir o Panelão, a 1.350 m altitude. Acomodação em hotel. No fim da tarde, visita ao Morro do Campestre para registrar o por do sol.

 

O cânion Fortaleza

 

Lodo cedo, partida por uma trilha até o pico da Serra do Corvo Branco, seguida de caminhada para apreciar as primeiras formações dos grandes cânions da viagem. À tarde, visita à Cachoeira Véu de Noiva e retorno ao hotel. Noite livre.

A próxima etapa é caminhar até as nascentes do Rio Pelotas. Ele nasce no Parque Nacional São Joaquim e é o principal formador do Rio Uruguai. De lá, seguir andando até a parte mais alta do cânion para ver o Morro da Igreja.

O término do dia é brindado com a contemplação de um hipnótico por de sol tendo como pano de fundo a Pedra Furada, formação rochosa com uma “janela vazada” de cerca de 30 m de circunferência.

 

Cachoeira do Avencal, em Urubici, Santa Catarina

 

Pela manhã, caminhada até a Cachoeira do Avencal. Na sequência, descida pela Serra do Rio do Rastro, a estrada asfaltada mais sinuosa do país margeando um cânion com vários mirantes, com pausas para clicar a paisagem.

Almoço e viagem pela Serra do Faxinal até Cambará do Sul (RS), passando pela cidade de Praia Grande. Após o pernoite, visita ao Parque Nacional Serra Geral, com caminhadas no Cânion Fortaleza, no Morro Quebra-Cangalha e visita à Cachoeira do Rio Tigre Preto. Retorno ao hotel.

Na programação do sexto dia está o Cânion Itaimbezinho. Com 5.800 m de extensão e paredes verticais de até 720 m de profundidade, fica no Parque Nacional Aparados da Serra, na divisa do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Caminhada pelas trilhas do Vértice, do Cotovelo e das Cachoeiras do Venâncio. Pernoite em Cambará do Sul.

 

Guarita, no litoral de Torres, Rio Grande do Sul

 

De volta à estrada, o destino agora é Torres, cidade do litoral gaúcho, com stops em suas principais praias e no Morro das Furnas, com suas lindas falésias. À tarde a viagem segue para Florianópolis, com hospedagem.

O programa da manhã inclui um tour por algumas praias da cidade e duas caminhadas. A primeira conduz a um dos pontos mais altos da ilha para contemplação da Lagoa da Conceição e da Praia da Galheta. Já a segunda termina na Praia Mole. Retorno ao hotel para check-out e traslado ao aeroporto. Embarque. Fim da expedição.

 

Rochedos, areia e mar no litoral gaúcho de Torres

 

O roteiro inclui transporte em veículo fretado, hospedagem em hotel ou pousada, sete cafés da manhã, três jantares, três lanches de trilha, taxas de entradas nas cachoeiras e nos parques nacionais, guia especializado em ecoturismo, acompanhamento de fotógrafo e um CD com as fotos digitais de todo o percurso.

O terrestre a partir de Florianópolis custa a partir de R$ 2.285.  O valor pode ser pago à vista ou parcelado em até cinco vezes sem juros. Informações: Trilhas & Trilhas, tels. (11) 5579-7076 e (11) 98202-9311, www.trilhasetrilhas.com.br.

 

ocorro, em São Paulo, também oferece esportes náuticos durante o Festival de Inverno

 

9 Festival de Inverno em Socorro

Distante 130 km de São Paulo, Socorro é o palco de um dos mais animados eventos do Circuito das Águas Paulista na Serra da Mantiqueira: o Festival Cultural de Inverno. Quem estiver na cidade de 27 de junho a 8 de julho, nos finais de semana, vai encontrar uma programação bem legal.

Na Praça da Matriz, por exemplo, acontecem shows do cantor e compositor Kiko Zambianchi, da Banda 14 Bis e a palestra show com interpretação das músicas de Raul Seixas e Zé Ramalho.

 

A Igreja Matriz de Socorro

 

Para quem gosta de música instrumental e regional há as apresentações do Grupo de Viola Morena da Fronteira, do Grupo de Choro de Tatuí, do Jazz Combo de Tatuí, da Big Band do Conservatório de Socorro e da Banda Sinfônica.

Além dos shows, peças de teatro, exposições, mostra de dança e recitais, a programação deste ano inclui oficinas de maquiagem, dança moderna e art naif.

Programação completa: www.festivalcultural.com.br. Informações sobre a cidade de Socorro e hospedagem nos tels. (19) 3895-9562 e (19) 3895-9563 ou pelos sites www.socorro.tur.br e www.socorro.sp.gov.br.

 

 

A mobilidade urbana

 

10 Site dá dicas sobre o transporte na Copa

A bola está rolando e ainda falta muito para a Copa do Mundo terminar. Com a vinda de tantos turistas ao país, está cada vez mais difícil encarar os congestionamentos. Que tal fugir do trânsito e usar o transporte público para ir aos jogos? A tecnologia pode te ajudar nisso.

A Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos lançou um site que reúne as principais informações sobre o transporte público de cada cidade-sede brasileira, com dicas sobre as linhas de ônibus que circulam próximo aos estádios.

Ao acessar o portal, você também encontra orientações sobre outros tipos de transporte que podem facilitar o deslocamento e sugestões de aplicativos que simplificam a compreensão das redes de transporte em cada local. Confira: http://intrantu.org.br/voudeonibus/#.U6IjdJRdVBn.

 

(*) Toda a correspondência para a seção "Viagem Oásis" deverá ser enviada à colunista Fabíola Musarra: fabiola.musarra@gmail.com

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO