O besouro arco-íris. Uma galeria de arte feita de insetos

Microsculpture, uma técnica fotográfica criada pelo inglês Levon Biss, permite uma experiência visual realmente única. Ela possibilita que a fotografia de um inseto de apenas 10 milímetros se transforme em um painel de 2 ou 3 metros de altura, revelando cada detalhe da estrutura, das formas e das cores dessas minúsculas maravilhas da natureza. Mais abaixo, uma galeria de fotos de tirar o fôlego.

Microsculpture, uma técnica fotográfica criada pelo inglês Levon Biss, permite uma experiência visual realmente única. Ela possibilita que a fotografia de um inseto de apenas 10 milímetros se transforme em um painel de 2 ou 3 metros de altura, revelando cada detalhe da estrutura, das formas e das cores dessas minúsculas maravilhas da natureza. Mais abaixo, uma galeria de fotos de tirar o fôlego.
Microsculpture, uma técnica fotográfica criada pelo inglês Levon Biss, permite uma experiência visual realmente única. Ela possibilita que a fotografia de um inseto de apenas 10 milímetros se transforme em um painel de 2 ou 3 metros de altura, revelando cada detalhe da estrutura, das formas e das cores dessas minúsculas maravilhas da natureza. Mais abaixo, uma galeria de fotos de tirar o fôlego. (Foto: Luis Pellegrini)


 

Por: Luis Pellegrini

Fonte: www.luispellegrini.com.br

Até então repórter fotográfico esportivo, daqueles que ficam nos estádios buscando lances extraordinários dos jogadores, o britânico Levon Biss estava inquieto, procurando caminhos novos para a sua arte. Até que, certo dia, seu filho ainda menino achou um pequeno besouro. Levon decidiu fotografar o inseto com uma macro e, ao ampliar a imagem, simplesmente perdeu a fala: Diante dos seus olhos se descortinava, pela primeira vez, o maravilhoso mundo das formas e das cores do mundo dos insetos!

 

O fotógrafo Levon Biss durante palestra no TED.

 

Entusiasmado, passou as semanas seguintes vasculhando os parques londrinos em busca de insetos. Em seguida, aplicando seus conhecimentos de fotografia a pequenos seres de até cinco milímetros de tamanho, Biss criou uma técnica para fotografar insetos com inacreditáveis riqueza de detalhes. Ele compartilhou os retratos resultantes, e uma nova história sobre como a inspiração chega e, de repente, nos lugares mais insólitos, muda toda a vida e a carreira de um artista.

Quando mostrou seu trabalho aos diretores do mais importante museu britânico de entomologia, eles lhe abriram as portas, permitindo que fotografasse o que quisesse das vastas coleções recolhidas no museu.

 

Exposição Microsculptures, de Levon Biss, na Universidade Oxford.

 

O resultado aí está: Um livro de grandes proporções recém publicado (Microsculpture- The insect photography of Levon Biss), e uma exposição de grandes painéis fotográficos no Oxford University Museum of Natural History.

Desde então, as fotos de Biss vendem no mundo todo. Quem não quer ter em casa um painel grande quanto uma parede mostrando a imagem surrealista de um dos insetos fotografados por ele?

Quem quiser ver mais pode acessar diretamente o site: microsculpture.net

Galeria de imagens (Procure vê-las em tamanho grande, “viajando” nas formas, desenhos, cores e iridescências de cada uma delas. Formam um conjunto que rivaliza em beleza e grandiosidade com as fotos do cosmos profundo tiradas pelo telescópio Hubble):

 

Detalhe da Exposição Microsculptures

Outro detalhe da Exposição Microsculptures

 

Neste vídeo TED, infelizmente ainda sem tradução para o português, Levon Biss mostra imagens e fala da técnica que desenvolveu para fotografar coisas muito pequenas preservando a sua alta definição:

 

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247