O pelicano que aprendeu a voar: Com uma telecâmera pendurada no bico

Ferido e abandonado pelos companheiros, ele voltou a voar, desta vez com uma telecâmera GoPro fixada no bico. Podemos segui-lo no vídeo, enquanto sobrevoa o lago Tanganica, na Tanzânia.

A peli-cam captures the flight of a bird on Tanzania's Lake Tanganyika
A peli-cam captures the flight of a bird on Tanzania's Lake Tanganyika (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

 

Big Bird finalmente aprendeu a bater as asas e se lançou num longo voo sobre o Lago Tanganica

 

Por: Equipe Oásis

O vídeo que podemos ver abaixo é tão belo quanto a história que o originou. Big Bird é um grande pelicano branco (Pelecanus onocrotalus) que, depois de uma forte tempestade sobre o lago Tanganica (na Tanzânia) ficou à deriva na praia de um resort turístico, o Greystoke Mahale Camp. 

Funcionário do resort passou dias ensinando o pelicano a voar


Incapaz de voar e de pescar, e por esses motivos abandonado pelo seus companheiros, o pássaro de cerca 3 meses de idade foi socorrido pelos funcionários do resort. Semanas depois, repetindo o movimento dos braços dos seus salvadores, que procuravam lhe mostrar como alçar o voo, Big Bird recuperou sua capacidade. 

O pelicano Big Bird começa a se acostumar com a pequena telecâmera fixada no seu bico


O vídeo mostra uma das suas primeiras tentativas de voo ao redor do Mahale Mountain National Park. Um biólogo de uma aldeia vizinha fixou no seu bico uma pequena telecâmera GoPro, o que lhe permitiu filmar a si mesmo e a paisagem durante o inteiro percurso.

Vídeo:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email