O caso wikipédia

Chapa ABI – Democracia e Renovação condena ataque da Wikipédia à mídia independente no Brasil

Liderada pelas jornalistas Cristina Serra e Helena Chagas, a chapa que disputa a presidência da ABI condenou a ação da plataforma digital

www.brasil247.com - Cristina Serra e Helena Chagas
Cristina Serra e Helena Chagas (Foto: Reprodução | Lissa de Paula/ALES)


247 – A chapa "ABI – Democracia e Renovação", que é liderada pelas jornalistas Cristina Serra e Helena Chagas, candidatas a presidente e vice-presidente da Associação Brasileira de Imprensa, divulgou nota nesta sexta-feira em repúdio à decisão da Wikipédia de classificar o Brasil 247 como "fonte não confiável", num processo liderado internamente por um militante da campanha presidencial de Ciro Gomes, o ativista digital Rodrigo Padula. "Ao agir assim, a Wikipedia agride a Constituição, dificultando o acesso aos veículos e aos conteúdos neles publicados, o que, na prática, significa censura", diz a nota. Leia, abaixo, a íntegra:

A chapa "ABI - Democracia e Renovação" se solidariza integralmente com os portais de mídia progressista e independente no Brasil, como DCM, Brasil 247, Fórum, entre outros, em protesto contra a Wikipédia Brasil.

De forma indevida e afrontosa ao papel exercido por estes veículos de comunicação, a Wikipédia decidiu classificar um dos veículos como “fonte não confiável” e levantar “discussão" sobre outros dois, prejudicando a imagem e tentando abalar a credibilidade da mídia progressista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ao agir assim, a Wikipédia agride a Constituição, dificultando o acesso aos veículos e aos conteúdos neles publicados, o que, na prática, significa censura. A restrição de acesso também terá como efeito sufocar financeiramente os veículos, provocando prejuízos irreversíveis. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A chapa “ABI - Democracia e Renovação“ reconhece na mídia progressista e independente papel fundamental para a diversidade de informação, opiniões e pontos de vista, em contraponto essencial à mídia hegemônica no Brasil. A pluralidade na comunicação social, a liberdade de expressão e de imprensa são pressupostos da democracia e fazem parte das lutas históricas dos jornalistas brasileiros.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em solidariedade à mídia independente e progressista, a chapa “ABI - Democracia e Renovação” se soma à reivindicação dos portais para que a Wikipédia reveja a sua postura e publique uma retratação.

Cristina Serra e Helena Chagas (candidatas a presidente e vice da Associação Brasileira de Imprensa pela chapa “ABI - Democracia e Renovação).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email