Alexandre de Moraes diz que STF não irá se curvar a 'agressões covardes de organizações criminosas'

Relator do inquérito das fake news, o ministro do STF condenou o ataque de bolsonaristas neste sábado, disparando fogos de artifício contra o prédio do Supremo. "A lei será rigorosamente aplicada e a Justiça prevalecerá", disse Moraes pelo Twitter

Alexandre de Moares e fachada do STF
Alexandre de Moares e fachada do STF (Foto: STF)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), se manifestou sobre os ataques de bolsonaristas do grupo 300 do Brasil contra o STF na noite deste sábado, 13, quando dispararam fogos de artifício em direção ao prédio do Supremo. 

"O STF jamais se curvará ante agressões covardes de verdadeiras organizações criminosas financiadas por grupos antidemocraticos que desrespeitam a Constituição Federal, a Democracia e o Estado de Direito. A lei será rigorosamente aplicada e a Justiça prevalecerá", disse Moraes pelo Twitter. 

O ministro Alexandre de Moraes é o relator do inquérito que investiga a produção e disseminação de fake news e ataques a autoridades e instituições democráticas. 

Em vídeo divulgado nas redes sociais, o grupo dispara fogos de artifício contra o prédio do STF enquanto profere insultos e ameaças contra os ministros da Corte. "Se preparem, Supremo dos bandidos, aqui é o povo que manda”, diz um homem no vídeo. 

O ataque ao prédio do STF foi feito no mesmo dia em que a Polícia Militar do Distrito Federal desmontou o acampamento dos bolsonaristas liderados pela ativista de extrema-direita Sara Winter. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email