Bolsonaristas silenciam sobre ataques de Bolsonaro às urnas; ministros do STF resumem: 'ato de desespero'

Membros do Centrão, base do governo no Congresso, já desistiram de convencer Bolsonaro a cessar os ataques ao processo eleitoral

www.brasil247.com - Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução/Facebook)


247 - Membros de partidos aliados ao governo Jair Bolsonaro (PL) silenciaram sobre os ataques do ocupante do Palácio do Planalto às unras eletrônicas. Nesta segunda-feira (18), ele se reuniu com embaixadores para disseminar mentiras sobre o processo eleitoral brasileiro.

Ao Estado de S. Paulo, um integrante do Centrão, da base aliada bolsonarista, afirma que várias tentativas de demover Bolsonaro dos ataques às urnas já foram feitas: "todos já falaram com ele, e ele não tem jeito".

>>> "Bolsonaro está fazendo de tudo para perder a eleição", diz membro da campanha bolsonarista

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na última semana, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), aliado de primeira hora de Bolsonaro, disse a interlocutores que se ele quiser ganhar a eleição, precisa mudar sua rota. "Lira tem dito que as declarações não caem bem no eleitorado do Sudeste, onde o presidente precisa investir para crescer. Ainda assim, ninguém no meio político acredita que Bolsonaro vá ouvir os conselhos", informa a reportagem.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) classificaram a apresentação de Bolsonaro desta segunda-feira como "patética". Para os magistrados, ele demonstrou "desespero". De acordo com todas as pesquisas eleitorais, o atual ocupante do Palácio do Planalto está atrás do ex-presidente Lula (PT) na corrida pela Presidência.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email