Bolsonaro chama Doria de “lunático” por ter decretado quarentena

“Está fazendo política em cima deste caso”, completou Jair Bolsonaro em entrevista à CNN. Ele criticou também Witzel e mandou recado a eles: “as eleições de 2022 estão muito longe”

João Doria e Jair Bolsonaro
João Doria e Jair Bolsonaro (Foto: Gov. SP | Carolina Antunes/PR)

247 - Questionado sobre a decisão tomada neste sábado 21 pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB), de decretar quarentena por 15 dias em todo o Estado, Jair Bolsonaro chamou o tucano de “lunático” e afirmou que ele “está fazendo política em cima deste caso”, em referência à pandemia do coronavírus.

“Esses governadores, poucos, que me criticam o tempo todo, dizem que não tenho liderança. Digo a esses governadores: as eleições de 2022 estão muito longe ainda para vocês partirem para esse tipo de ataque, para esse tipo de comportamento de desgaste infundado em cima do chefe do Executivo federal”, afirmou Bolsonaro em entrevista à CNN.

A crítica fazia referência também ao governador do Rio, Wilson Witzel (PSC), que determinou o fechamento de aeroportos e estradas para combater a disseminação do vírus. Na coletiva em que anunciou a quarentena nesta tarde, Doria alfinetou o presidente: “na ausência dessa liderança (presidencial), governadores e prefeitos estamos fazendo o que tem que ser feito”.

“[Doria] é um lunático. Está fazendo política em cima deste caso. É um governador que nega ter usado o meu nome para se eleger governador, então eu lamento essa posição política dele, está se aproveitando deste momento para querer crescer politicamente”, disse Bolsonaro.

Brasil 247 lança concurso de contos sobre a quarentena do coronavírus. Participe do concurso

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247