Bolsonaro defende arquivamento de inquérito sobre vídeo da reunião ministerial

Em nota, Bolsonaro voltou a negar que interferiu na Polícia Federal, como acusou o ex-ministro Moro. Ele ainda defendeu a "verdadeira independência e harmonia entre as instituições da República", após o vídeo ter revelado ataques do corpo do Executivo a membros de outros poderes

(Foto: Marcos Correa - PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Jair Bolsonaro divulgou nota nesta segunda-feira (25) na qual pede o arquivamento do inquérito que busca investigar uma possível interferência política na Polícia Federal.

Em nota, Bolsonaro volta a negar que interferiu na PF e defende também a "verdadeira independência e harmonia entre as instituições da República", depois de o vídeo da reunião ministerial do dia 22 de abril revelar ataques do corpo do Executivo a membros de outros poderes.

Leia a nota na íntegra:

Diante da recente divulgação da reunião ministerial do dia 22 de abril do corrente ano, pontuo o seguinte:

  1. Mantenho-me fiel à proteção irrestrita do povo brasileiro, especialmente os mais humildes e aos que mais precisam. Sinto-me bem ao seu lado e jamais abrirei mão disso.
  2. Nunca interferi nos trabalhos da Polícia Federal. São levianas todas as afirmações em sentido contrário. O depoimento de inúmeros delegados federais ouvidos confirmam que nunca solicitei informações a qualquer um deles.
  3. Espero responsabilidade e serenidade no trato do assunto.
  4. Por questão de Justiça, acredito no arquivamento natural do inquérito que motivou a divulgação do vídeo.
  5. Reafirmo meu compromisso e respeito com a democracia e membros dos poderes Legislativo e Judiciário.
  6. É momento de todos se unirem. Para tanto, devemos atuar para termos uma verdadeira independência e harmonia entre as instituições da República, com respeito mútuo.
  7. Por fim, ao  povo brasileiro, reitero minha lealdade e compromisso com os valores e ideais democráticos que me conduziram à Presidência da República. Sempre estarei ao seu lado e jamais desistirei de lutar pela liberdade e pela democracia

Brasília, 25 de maio de 2020

Jair Messias Bolsonaro
Presidente da República

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247