"Eu não imaginava que seu autoritarismo chegasse a tanto", diz Marco Aurélio a Fux no julgamento de André do Rap

Julgamento que restabeleceu a prisão preventiva do líder do PCC foi marcado por críticas ao presidente do STF, Luiz Fux. "Só falta essa! Vossa Excelência querer me ensinar como devo votar", disse Marco Aurélio Mello após Fux contestar seu voto (vídeo)

Luiz Fux e Marco Aurélio Mello
Luiz Fux e Marco Aurélio Mello (Foto: STF)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O clima esquentou nesta quinta-feira (15) no Supremo Tribunal Federal (STF) ao final do julgamento sobre a manutenção da prisão do traficante líder do PCC André do Rap.

Após o decano do Supremo, ministro Marco Aurélio Mello, votar no sentido de "inadmitir a possibilidade, seja qual for o presidente, de ele, presidente, cassar individualmente decisão de um integrante do tribunal", o presidente do STF, ministro Luiz Fux fez um comentário que desagradou o colega: "eu apenas gostaria de indagar Vossa Excelência que o plenário, por sua maioria, resolveu enfrentar o mérito. As leis processuais determinam que, vencido na preliminar, o integrante deverá se pronunciar...", dizia Fux quando foi interrompido por Marco Aurélio.

"Só falta essa! Só falta essa! Vossa Excelência querer me ensinar como devo votar. Só falta essa! Eu não imaginava que seu autoritarismo chegasse a tanto. Não imaginava. Só falta Vossa Excelência querer me peitar para eu modificar o meu voto", rebateu Marco Aurélio.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247