Gleisi após ataque a Lula: "Obama passou 8 anos fazendo guerras e espionagem"

Segundo a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, Barack Obama estava “a serviço da indústria de armas e do establishment de seu país”. “Acobertou um vice investigado por corrupção e quer dar conselhos ao Brasil. Tem de explicar a sua participação no golpe e na Lava Jato”, reforçou

Gleisi Hoffmann e Barack Obama
Gleisi Hoffmann e Barack Obama (Foto: AGÊNCIA CÂMARA | Jim Bourg/Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A presidente do PT, deputada federal Gleisi Hoffmann, criticou o ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama. Segundo ela, seu governo, que tinha como vice o presidente recém eleito dos EUA, Joe Biden, “passou 8 anos fazendo guerras e espionagem, a serviço da indústria de armas e do establishment de seu país”.

Ela ainda lembra que Obama “acobertou um vice investigado por corrupção e quer dar conselhos ao Brasil”. A deputada petista ainda afirma que o ex-presidente norte-americano “tem de explicar a sua participação no golpe e na Lava Jato”.

As críticas de Gleisi ocorrem após a divulgação de livro de Obama no qual ele ataca o ex-presidente Lula, retratando-o como uma pessoa corrupta com “os escrúpulos de um chefão de Tammany Hall”.

Quando presidente dos Estados Unidos, Obama iniciou mais guerras do que os republicanos George W. Bush e Donald Trump. Ainda, quando ocorreu o golpe de 2016 no Brasil, assim como os golpes em Honduras e Paraguai anos antes, era Obama quem estava governando os EUA - país que comprovadamente participou destes golpes.

Integrantes da Lava Jato - operação fundamental do golpe no Brasil - tiveram reunião com membros do FBI. A operação prendeu Lula de maneira ilegal e, através de Sergio Moro, participou do governo de Jair Bolsonaro. Também, durante o governo Obama foi descoberto que os EUA estavam espionando a ex-presidente Dilma Rousseff (PT).

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247