Gleisi cobra ação contra Feliciano, que admitiu espalhar fake news contra o PT sobre fechamento de igrejas: "TSE precisa agir"

Feliciano (PL-SP), que também é empresário evangélico, admitiu que está espalhando que o PT pretende fechar igrejas caso volte ao poder

www.brasil247.com - Gleisi Hoffmann
Gleisi Hoffmann (Foto: Paulo Sérgio/Câmara dos Deputados)


247 - A presidente nacional do PT, deputada federal Gleisi Hoffmann (PR), usou suas redes para denunciar o terreno livre da extrema direita na propagação de fake news. Desta vez, o deputado Marco Feliciano (PL-SP), que também é empresário evangélico, admitiu, em entrevista ao jornal O Globo, que está espalhando que o PT pretende fechar igrejas caso volte ao poder.

Gleisi cobrou que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) tome providências. “Não é só mentira como é crime. TSE precisa agir com essa gente. Lula respeita a crença de cada um e sancionou a lei de liberdade religiosa”, disparou a presidente do PT.

A perseguição contra Lula anda em alta na alta cúpula bolsonarista. Anteriormente, Damares Alves propagou fake news de que jovens estariam sendo estimulados por Lula a usarem crack. O vídeo ainda não foi retirado do ar.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email