Nunes Marques pede vistas e adia julgamento sobre suspeição de Moro

Após o pedido de vista de Kassio Nunes Marques, a ministra Carmen Lúcia decidiu aguardar a retomada do julgamento para proferir seu voto. Com isso, o placar fica indefinido. Lewandowski vota neste momento

www.brasil247.com -
(Foto: Fellipe Sampaio /SCO/STF)


247 - Após o duro voto do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes nesta terça-feira (9) pela suspeição do ex-ministro e ex-juiz Sergio Moro acerca dos processos contra o ex-presidente Lula, o ministro Nunes Marques pediu vista para ter "mais tempo" para analisar o processo.

Diante do pedido de vista de Nunes Marques, Cármen Lúcia optou por aguardar o voto do colega e então apresentar um "novo voto" seu, sinalizando que seja diferente do que já proferiu em 2018, antes de Gilmar pedir vistas do mesmo processo. Na ocasião, Cármen votou contra a suspeição de Moro.

Com isso, o placar na Segunda Turma ficou indefinido. O ministro Ricardo Lewandowski, no entanto, se antecipou e manifestou seu voto, a favor da suspeição

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O colegiado é formado por Gilmar Mendes, Nunes Marques, Cármen Lúcia, Ricardo Lewandowski e Edson Fachin. Os indícios são de que já há maioria formada para acompanhar o voto do relator, Gilmar, pela suspeição de Moro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No início da tarde, Edson Fachin tentou, com uma manobra, adiar o julgamento, levando o caso ao plenário, mas fracassou e foi derrotado por 4 a 1.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Inscreva-se na TV 247, seja membro e compartilhe:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email