Briga na direita: Maia diz que Moro é de extrema direita e que jamais o apoiará

"Não posso apoiar uma chapa integrada por alguém de extrema-direita", afirmou o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, referindo-se a Sergio Moro, ex-ministro da Justiça de Jair Bolsonaro

Rodrigo Maia e Sergio Moro
Rodrigo Maia e Sergio Moro (Foto: REUTERS/Adriano Machado | Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), declarou nesta segunda-feira, conforme relata a jornalista Mônica Bergamo em sua coluna no jornal Folha de S.Paulo, que a chance de ele subir no palanque eleitoral de 2022 com Sergio Moro "é zero".

"Não posso apoiar uma chapa integrada por alguém de extrema-direita", afirma ele, referindo-se ao ex-ministro da Justiça de Jair Bolsonaro.

A fala de Maia rebate as últimas movimentações de Moro, que se reuniu recentemente com Luciano Huck e declarou que figuras de direita como João Doria , Luiz Henrique Mandetta, João Amoêdo e Hamilton Mourão são "bons candidatos de centro".

Segundo a jornalista, o presidente da Câmara diz que Moro já mostrou ser de extrema-direita ao defender propostas como o excludente de ilicitude, que isentaria policiais de punições caso cometessem crimes em ação.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247