HOME > Poder

Márcio França afirma que Alckmin é vice perfeito para 2026

Ministro ainda destacou a discussão sobre a criação de um programa Desenrola

Márcio França (Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O ministro de Empreendedorismo, da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte do Brasil, Márcio França (PSB), declarou que não vê espaço para mudança no nome do vice-presidente de Luiz Inácio Lula da Silva, caso o petista seja candidato à reeleição em 2026. Em entrevista à CNN, França destacou que o desempenho de Geraldo Alckmin (PSB) tem sido bem avaliado pelos partidos, afastando a possibilidade de mudança na aliança entre PT e PSB. 

"Alckmin é um vice perfeito. Não tem espaço para mudança de vice nesse cenário. Lula é experiente. Todo mundo acha que é a sua vez, quando não tem movimento, isso tá consolidado", afirmou o ministro.

França também comentou a posição do MDB, afirmando ter "dúvida" sobre o partido caso o prefeito Ricardo Nunes vença em São Paulo. Segundo ele, o MDB de São Paulo pode ser o principal adversário de Lula em 2026, enquanto o MDB do Nordeste e do Norte apoia Lula. "Eventualmente reeleito o Ricardo Nunes, significa que esse polo de São Paulo vai produzir, junto com o governo do Estado, um ovo da serpente. É daqui que vai sair o principal adversário do Lula", disse França.

Além disso, França ainda destacou a discussão sobre a criação de um programa Desenrola para quitar dívidas públicas e facilitar o acesso ao crédito para novos empreendedores. Segundo ele, o Brasil tem R$ 500 bilhões em dívidas protestadas, impedindo a criação de novas empresas. O novo Desenrola permitiria uma negociação direta dos cartórios de protesto com o governo federal, facilitando o crédito. "Se fizer o desconto de 10% à vista, vai ter um monte de gente que vai desenrolar. Se a gente desenrolar as pessoas com o governo, facilitamos o crédito novo", explicou França.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Relacionados