PT perde a paciência com Ciro Gomes e diz que, na prática, ele serve ao fascismo de Bolsonaro

Depois de mais uma agressão gratuita de Ciro Gomes contra o ex-presidente Lula, o PT produziu sua nota mais dura contra o pedetista, deixando claro que a verborragia não serve ao campo progressista nem ao próprio projeto de Ciro. Só contribui para o fascismo bolsonarista

(Foto: Ag. Camara | Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A presidente nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann, e líder do partido na Câmara, deputado Enio Verri, reagiram nesta quinta-feira, 9, à crítica do ex-ministro Ciro Gomes contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. 

“Num momento gravíssimo do país, quando nossos partidos, incluindo o PDT, superam diferenças para construir respostas à crise e saídas verdadeiramente democráticas, Ciro Gomes mais uma vez coloca seu projeto político pessoal acima de tudo”, diz os líderes petistas em nota. 

"Esse investimento na cizânia, desrespeitoso com o maior líder popular do Brasil e desleal com o PT e o campo da oposição, não serve sequer a um projeto político pessoal. Serve, verdadeiramente, aos algozes do Brasil, aos interesses daqueles que, dentro e fora do país, querem inviabilizar qualquer projeto alternativo ao neoliberalismo excludente", acrescenta o texto.  

Mesmo depois de o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sinalizar a intenção de dialogar com Ciro Gomes, para enfrentar o fascismo, o político cearense decidiu agredi-lo gratuitamente.

"O Lula é o líder [das falcatruas]. Só quem é um fanático lulista que vai desconhecer", disse Ciro nesta quinta-feira (9), em entrevista ao UOL.

Participe de enquete do jornalista Leonardo Attuch, editor do 247, sobre o assunto:

Leia, abaixo a nota do PT na íntegra:

As reiteradas agressões de Ciro Gomes ao presidente Lula, à presidenta Dilma Rousseff e ao Partido dos Trabalhadores confrontam o esforço dos partidos e lideranças da oposição para construir a unidade política contra o governo de extrema direita e em defesa da democracia, do país e do povo brasileiro.

Num momento gravíssimo do país, quando nossos partidos, incluindo o PDT, superam diferenças para construir respostas à crise e saídas verdadeiramente democráticas, Ciro Gomes mais uma vez coloca seu projeto político pessoal acima de tudo, até mesmo da verdade histórica, revelando o quanto é fanático por si mesmo.

Num linguajar ofensivo e debochado, Ciro reproduz a narrativa dos golpistas que sabotaram o governo Dilma, aprofundando uma recessão pela qual a economia e sobretudo o povo trabalhador ainda pagam alto preço. E endossa as mentiras da Lava Jato e de Sergio Moro para condenar sem provas, prender e cassar os direitos de Lula, numa farsa judicial repudiada pela comunidade jurídica nacional e internacional.

Esse investimento na cizânia, desrespeitoso com o maior líder popular do Brasil e desleal com o PT e o campo da oposição, não serve sequer a um projeto político pessoal. Serve, verdadeiramente, aos algozes do Brasil, aos interesses daqueles que, dentro e fora do país, querem inviabilizar qualquer projeto alternativo ao neoliberalismo excludente.

GLEISI HOFFMANN, presidenta nacional do PT

ÊNIO VERRI, líder do PT na Câmara dos Deputados

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email