Twitter suspende perfil de Daniel Silveira por ordem do STF e deputado está bloqueado em todas as redes

Após os perfis de Instagram e Facebook do deputado federal Daniel Silveira serem bloqueados na manhã desta sexta-feira, o Twitter também suspendeu a conta do bolsonarista. Ordem partiu do STF

(Foto: Reila Maria/Agência Câmara)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Após os perfis de Instagram e Facebook do deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) serem bloqueados na manhã desta sexta-feira (19), a rede social Twitter também suspendeu a conta do bolsonarista na rede social. A ordem partiu do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Alexandre de Moraes. 

Os perfis foram bloqueados em decorrência dos ataques aos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). 

O parlamentar foi preso na terça-feira (16) depois de postar um vídeo dizendo que imaginou o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin levando uma "surra". O parlamentar também defendeu a prisão de ministros da Corte

Já na Unidade Prisional da Polícia Militar do Rio de Janeiro, em Niterói (RJ), o deputado afirmou: "Vou mostrar para o Brasil quem é o STF".

Por 11 votos a 0, o Supremo tomou a decisão unânime de manter o deputado preso. O parlamentar também foi indiciado pela Procuradoria-Geral da República (PGR)

A Câmara dos Deputados decide nesta sexta-feira (19) o destino de Daniel Silveira em sessão marcada para começar às 17h. Parlamentares vão apreciar a medida cautelar do STF contra o bolsonarista. A votação será aberta e nominal.

Segundo informação do jornal Estado de S.Paulo, a assessoria de imprensa do parlamentar informou que as contas foram fechadas e falou em censura. "O Instagram do deputado Daniel Silveira foi totalmente fechado para seus seguidores, ou seja, censurado. Estamos testando as demais plataformas", diz um comunicado publicado no Twitter.

Inscreva-se na TV 247, seja membro e assista ao nosso boletim sobre o tema:


O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email