Centrão espera moderação no discurso de Bolsonaro após live com mentiras sobre urnas

Membros do bloco partidário já fizeram um apelo para Jair Bolsonaro mudar o discurso e parar de questionar a lisura do sistema eleitoral. O centrão passou a comandar a Casa Civil, com Ciro Nogueira (PP-PI), o que também foi visto como uma tentativa de se frear mobilizações pelo impeachment

www.brasil247.com - Palácio do Planalto e o ministro Ciro Nogueira (Casa Civil)
Palácio do Planalto e o ministro Ciro Nogueira (Casa Civil) (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil | Edilson Rodrigues/Agência Senado)


247 - Líderes e dirigentes de partidos do centrão e aliados do governo fizeram apelo a Jair Bolsonaro para que modere o tom ao criticar o sistema eleitoral brasileiro e defender o voto impresso. A informação foi publicada pelo jornal Folha de S.Paulo.

Na tentativa de frear mobilizações pelo impeachment, Bolsonaro fez uma reforma ministerial e nomeou o senador Ciro Nogueira (PP-PI) para a Casa Civil. Ela já havia montado um "orçamento secreto" no final do ano passado no valor de R$ 3 bilhões em emendas para reforçar o apoio da base bolsonarista no Congresso. O esquema teria sido elaborado após a aproximação do Planalto com os partidos do centrão.

Em live na quinta-feira (29), Bolsonaro admitiu não ter provas de fraudes em eleições anteriores e vem causando atrito com o Judiciário ao questionar a lisura do sistema eleitoral brasileiro.

O ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes rejeitou as críticas de Bolsonaro ao sistema eleitoral. "Vamos parar um pouco de conversa fiada", disse o magistrado, que participou de uma live promovida pelo site Consultor Jurídico.

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email