CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Brasília

Exército prepara celas para a possível prisão de Bolsonaro e militares investigados no inquérito da trama golpista

"A gente precisa se preparar", disse um militar do Exército

Jair Bolsonaro e presídio federal de segurança máxima (Foto: Reuters | Agência Brasil )
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - Um alojamento no Comando Militar do Planalto, dentro do Quartel General do Exército, em Brasília (DF), foi preparado para as eventuais prisões de Jair Bolsonaro (PL) e militares investigados no inquérito sobre o plano golpista.  A informação foi publicada pela coluna Radar, na revista Veja, nesta quarta-feira (21). 

"A gente precisa se preparar", disse um militar do Exército. "Pela antiguidade da pessoa presa, é preciso que a gente tenha uma estrutura melhor, até porque sofremos inspeção do STF, logo após as prisões".

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Este mês, a Polícia Federal iniciou a Operação Tempus Veritatis (“A hora da Verdade”), com o objetivo de ter mais detalhes do plano golpista e punir os envolvidos no esquema. A tentativa de golpe previa a prisão dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes e Alexandre de Moraes, além do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG). Entre os alvos da operação estão Braga Netto, Augusto Heleno e Paulo Sérgio Nogueira, todos generais e antigos assessores de Jair Bolsonaro.

Ex-comandantes do Exército, Paulo Sérgio Nogueira, e da Marinha, Almir Garnier Santos, também foram alvos de mandados de busca e apreensão. Há mandados de prisão contra os coronéis Bernardo Romão Corrêa Netto e Marcelo Costa Câmara; e o tenente-coronel Rafael Marins de Oliveira, todos militares da ativa.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247,apoie por Pix,inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO