HOME > Brasília

Lewandowski: 'delação de Ronnie Lessa homologada por Moraes nos leva a crer que, em breve, teremos a solução do caso Marielle'

"Teremos resultados concretos", disse o ministro da Justiça

Marielle Franco e Ricardo Lewandowski (Foto: ABR)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O ministro da Justiça, Ricardo Lewandowski, anunciou nesta terça-feira (19) que o ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes homologou a delação premiada do ex-policial militar Ronnie Lessa, apontado por investigadores como o responsável pelos tiros que mataram a ex-vereadora do Rio Marielle Franco (PSOL) na capital, em março de 2018.

"Esta colaboração, um meio de obtenção de provas, traz elementos importantíssimos que nos levam a crer que brevemente teremos a solução do assassinato de Marielle Franco. O processo segue em segredo de Justiça", afirmou.

De acordo com o ministro, "o conteúdo (da colaboração) é de conhecimento do ministro Alexandre de Moraes, da Polícia Federal e do Ministério Público, que trabalharam no caso". "Posso assegurar que demos prosseguimento ao devido processo legal e brevemente pensamos que teremos resultados concretos".

Dois ex-policiais estão presos por envolvimento no crime. Um deles é Ronnie Lessa. O outro foi Élcio Queiroz - este último chegou a dizer que o ex-bombeiro Maxwell Simões Corrêa, o Suel, que está preso, vigiou Marielle.

Queiroz também havia dito que o sargento da PM Edmilson da Silva de Oliveira, o Macalé, assassinato em 202, foi quem apresentou a Lessa o "trabalho" de executar Marielle.

O delator afirmou que o mecânico Edilson Barbosa dos Santos, "Orelha", foi acionado por Suel para se desfazer do carro usado no homicídio. A delação apontou que Orelha tinha uma agência de automóveis e foi dono de um ferro velho. Conhecia pessoas que possuem peças de carros.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Relacionados