Maia volta a atirar em Bolsonaro: fechamento da Ford é demonstração de falta de credibilidade do governo

Segundo o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), afirmou que espera que a decisão da Ford “alerte o Governo e o parlamento para que possamos avançar na modernização do Estado e na garantia da segurança jurídica para o capital privado no Brasil”

Rodrigo Maia, Jair Bolsonaro e Paulo Guedes
Rodrigo Maia, Jair Bolsonaro e Paulo Guedes (Foto: Lula Marques | Marcello Casal Jr/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), voltou a atirar no governo de Jair Bolsonaro e Paulo Guedes (ministro da Economia), ao afirmar que o fechamento da Ford no Brasil “é uma demonstração da falta de credibilidade do governo brasileiro”.

Segundo o parlamentar, o fechamento também é resultado da falta “de regras claras, de segurança jurídica e de um sistema tributário racional”.

“O sistema que temos se tornou um manicômio nos últimos anos, que tem impacto direto na produtividade das empresas”, afirmou.

PUBLICIDADE

“Espero que essa decisão da Ford alerte o Governo e o parlamento para que possamos avançar na modernização do Estado e na garantia da segurança jurídica para o capital privado no Brasil”, disse.

A Ford anunciou que apenas o Centro de Desenvolvimento de Produto, na Bahia, o Campo de Provas e sua sede regional, ambos em São Paulo, permanecerão funcionando.

As fábricas de Camaçari (BA) e Taubaté (SP) serão fechadas imediatamente. A planta da Troller, em Horizonte (CE), será desativada no último trimestre de 2021. 

PUBLICIDADE

Os veículos da marca vendidos no Brasil de agora em diante serão importados da Argentina, Uruguai, e de outras regiões fora da América do Sul.

Assim que os estoques forem esgotados, não serão mais comercializados a EcoSport, Ka e Troller T4.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email