CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Brasília

Moraes: comportamento de Torres e de ex-comandante da PM do DF coloca em risco a segurança de autoridades

'Os comportamentos de Anderson Gustavo Torres e Fábio Augusto Vieira são gravíssimos e podem colocar em risco a vida de autoridades', disse o ministro do STF

Alexandre de Moraes e terroristas bolsonaristas em Brasília (Foto: Marcelo Camargo/ABr | Ruters)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - Na decisão em que determinou a prisão do e o ministro do Supremo Tribunal Federal disse que o comportamento do ex-secretário de Segurança do Distrito Federal Anderson Torres e do ex-comandante da Polícia Militar Fábio Augusto coloca em risco a segurança de políticos. Os dois são acusados de omissão no contexto de investigação sobre ataques terroristas em Brasília (DF), onde apoiadores de Jair Bolsonaro invadiram o Congresso, o Planalto e o STF, no último domingo (8).

"Os comportamentos de Anderson Gustavo Torres e Fábio Augusto Vieira são gravíssimos e podem colocar em risco, inclusive, a vida do presidente da República, dos deputados federais e senadores e dos ministros do Supremo Tribunal Federal", escreveu Moraes.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O coronel foi preso e Torres teve prisão decretada. Ele está nos Estados Unidos, mas disse que vai se entregar à Polícia Federal no Brasil. 

Segundo Moraes, o "descaso e conivência" de Torres "só não foi mais acintoso do que a conduta dolosamente omissiva do Governador do DF, Ibaneis Rocha". 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O ministro disse que também é "necessário apurar a responsabilidade do Comandante-Geral da Polícia Militar do Distrito Federal, Fábio Augusto Vieira, notadamente em face da aparente conivência de parcela da corporação com os atos terroristas ocorridos".

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando os comentários...
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO