Número dois do MEC deve substituir interinamente Weintraub

Atual secretário-executivo do Ministério da Educação, Antonio Paulo Vogel de Medeiros deve ser o escolhido de Jair Bolsonaro para assumir interinamente o comando do MEC. Ele já foi secretário adjunto de Finanças de Fernando Haddad na Prefeitura de São Paulo

Antonio Paulo Vogel
Antonio Paulo Vogel (Foto: José Cruz / Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Ex-secretário adjunto de Finanças de Fernando Haddad, na Prefeitura de São Paulo, e atual secretário-executivo do Ministério da Educação, Antonio Paulo Vogel de Medeiros deve ser o escolhido de Jair Bolsonaro para assumir interinamente o comando do MEC com a saída de Abraham Weintraub. Ele é o número 2 da pasta desde abril por indicação do próprio ex-ministro.

Segundo reportagem da CNN, Vogel reuniu-se duas vezes com Bolsonaro entre quarta-feira, 17, e quinta-feira, 18. As reuniões contaram com a presença de Abraham e Arthur Weintraub (assessor especial da Presidência e irmão do ex-ministro).

A reportagem também dá conta que o atual secretário nacional de Alfabetização e discípulo do guru fascista Olavo de Carvalho, Carlos Nadalim, que era cotado para o posto, acabou sendo vetado após resistência a seu nome.

“Chegou o recado para o presidente que, se fosse pra colocar o Nadalim, era melhor deixar o Abraham. O Nadalim é ainda mais conservador do que o Abraham, além de ser realmente próximo ao Olavo”, afirmou à CNN um auxiliar presidencial.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247