Abraham Weintraub é demitido do MEC

Pior ministro da Educação que já passou pelo MEC, Abraham Weintraub foi demitido do cargo na tarde desta quinta-feira. Em vídeo ao lado de Jair Bolsonaro, ele agradeceu o apoio e disse que assumirá um cargo no Banco Mundial. Olavista Carlos Nadalim, secretário nacional de Alfabetização, é cotado com substituto interino

Abraham Weintrab anuncia sua demissão do MEC (18.6.20)
Abraham Weintrab anuncia sua demissão do MEC (18.6.20) (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - Pior ministro da Educação que já passou pelo MEC, Abraham Weintraub anunciou nesta quinta-feira (18) que está de saída do ministério.

Ao estilo Regina Duarte, Weintraub divulgou um vídeo ao lado de Jair Bolsonaro agradecendo o apoio, e informando que assumirá um cargo no Banco Mundial. 

"Dessa vez é verdade. Eu estou saindo do ME, eu vou começar a transição agora e nos próximos dias eu passo o bastão para o ministro que vai ficar no meu lugar, interino ou definitivo. Neste momento eu não quero discutir os motivos da minha saída, não cabe. O importante é dizer que eu recebi o convite para ser diretor de um banco, eu já fui diretor de um banco no passado, volto ao mesmo cargo, porém no Banco Mundial", disse Weintraub.

PUBLICIDADE

O substituto de Weintraub ainda não foi revelado, mas o nome de Carlos Nadalim, secretário nacional de Alfabetização e seguidor do astrólogo e escritor Olavo de Carvalho, é tido como um dos favoritos ao posto.

A imprensa já dava conta, há alguns dias, de que Jair Bolsonaro demitiria Weintraub a qualquer instante para distensionar a relação com o Legislativo e Judiciário. A demora para a dispensa ocorreu o porque o governo buscava uma "saída honrosa" para o agora ex-ministro.

PUBLICIDADE

Inscreva-se na TV 247 e assista ao boletim com a jornalista Gisele Federicce sobre a demissão de Abraham Weintraub:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email