Abraham Weintraub é demitido do MEC

Pior ministro da Educação que já passou pelo MEC, Abraham Weintraub foi demitido do cargo na tarde desta quinta-feira. Em vídeo ao lado de Jair Bolsonaro, ele agradeceu o apoio e disse que assumirá um cargo no Banco Mundial. Olavista Carlos Nadalim, secretário nacional de Alfabetização, é cotado com substituto interino

www.brasil247.com - Abraham Weintrab anuncia sua demissão do MEC (18.6.20)
Abraham Weintrab anuncia sua demissão do MEC (18.6.20) (Foto: Reprodução)


247 - Pior ministro da Educação que já passou pelo MEC, Abraham Weintraub anunciou nesta quinta-feira (18) que está de saída do ministério.

Ao estilo Regina Duarte, Weintraub divulgou um vídeo ao lado de Jair Bolsonaro agradecendo o apoio, e informando que assumirá um cargo no Banco Mundial. 

"Dessa vez é verdade. Eu estou saindo do ME, eu vou começar a transição agora e nos próximos dias eu passo o bastão para o ministro que vai ficar no meu lugar, interino ou definitivo. Neste momento eu não quero discutir os motivos da minha saída, não cabe. O importante é dizer que eu recebi o convite para ser diretor de um banco, eu já fui diretor de um banco no passado, volto ao mesmo cargo, porém no Banco Mundial", disse Weintraub.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O substituto de Weintraub ainda não foi revelado, mas o nome de Carlos Nadalim, secretário nacional de Alfabetização e seguidor do astrólogo e escritor Olavo de Carvalho, é tido como um dos favoritos ao posto.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A imprensa já dava conta, há alguns dias, de que Jair Bolsonaro demitiria Weintraub a qualquer instante para distensionar a relação com o Legislativo e Judiciário. A demora para a dispensa ocorreu o porque o governo buscava uma "saída honrosa" para o agora ex-ministro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Inscreva-se na TV 247 e assista ao boletim com a jornalista Gisele Federicce sobre a demissão de Abraham Weintraub:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email