Pacheco diz que CPI do MEC ficará para depois do período eleitoral

"A maioria dos líderes entende que a instalação deve acontecer após o período eleitoral, evitando-se a contaminação das investigações", diz o presidente do Senado

Presidente do Senado, Rodrigo Pacheco
Presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (Foto: REUTERS/Adriano Machado)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - Contrariando o que havia sido noticiado pelo jornal O Globo, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), anunciou pelo Twitter que a instalação da CPI do MEC, que visa investigar um possível esquema de corrupção e tráfico de influência no Ministério da Educação comandado pelo ex-ministro Milton Ribeiro com a ajuda de pastores, deve ficar para depois do período eleitoral.

 

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247