Polícia Militar agride manifestantes que tentam evitar a destruição da Escola do Cerrado (vídeo)

Mesmo com a proibição de realização de ações de despejos durante a pandemia, a PM do Distrito Federal tenta, pela terceira vez, despejar famílias da ocupação CCBB e destruir a Escola do Cerrado

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Polícia Militar, sob ordens do governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), agrediu na tarde desta segunda-feira (5) manifestantes que tentam proteger a Escola do Cerrado, ameaçada de destruição pela segunda vez.

Em vídeo cedido ao Brasil 247, policiais militares quebram a casa de uma moradora da ocupação CCBB e, com o protesto de presentes, cria-se uma confusão generalizada, com a PM fazendo uso de força bruta contra a população.

Defensores da escola estão sobre o telhado da estrutura para evitar que a PM avance com a destruição.

Líder da resistência, o ecossocialista Thiago Ávila destaca que estão proibidos despejos durante a pandemia de Covid-19. Mesmo assim, segundo ele, esta já é a terceira vez que a PM do DF tenta despejar as famílias que ocupam o local.

Segundo relatos, além da PM, o Corpo de Bombeiros, a tropa de choque e a cavalaria estão presentes no local, preparados para um eventual confilto mais intenso. Com forte chuva, o clima é mais calmo no momento do fechamento desta reportagem.

 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email