Veto de Bolsonaro à distribuição de absorventes é "candidatíssimo a ser derrubado", diz Pacheco

O presidente do Senado classificou como "impressionantes" as histórias de mulheres que vivem na pobreza menstrual

www.brasil247.com - Rodrigo Pacheco e Jair Bolsonaro
Rodrigo Pacheco e Jair Bolsonaro (Foto: Pedro Gontijo/Senado Federal | Isac Nóbrega/PR | Reprodução)


247 - O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), utilizou o Twitter nesta sexta-feira (8) para comentar o veto de Jair Bolsonaro à distribuição gratuita de absorvente feminino para estudantes de baixa renda de escolas públicas e mulheres em situação de rua ou de vulnerabilidade extrema.

De acordo com Pacheco, o veto é "candidatíssimo a ser derrubado" pelo Congresso Nacional.

"Sobre o projeto de lei que prevê fornecimento de absorventes pelo SUS, pautei no Senado e o aprovamos rapidamente porque queríamos transformar essa realidade. São impressionantes as histórias de proteção com papel de jornal e miolo de pão por adolescentes e mulheres carentes. O Congresso está pronto para contribuir com o governo nas soluções de cunho fiscal, mas considero desde já que esse veto é candidatíssimo a ser derrubado", escreveu.

Nesta sexta-feira, a ministra da Mulher, Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, defendeu o veto de Bolsonaro.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email