Bolsonaro ataca de novo o Nordeste: é preciso "chuva de honestidade" na região

Jair Bolsonaro voltou a demonstrar o seu preconceito contra o povo nordestino. Ele pegou o microfone da câmera da Globo e pediu "chuva de honestidade" para a região. "Queria que a Globo botasse no ar um vídeo com uma canção lá do Nordeste, chama-se Chuva de Honestidade", afirmou. "É o que o Nordeste sempre precisou foi disso, chuva de honestidade. E o Brasil agradece". Assista ao vídeo

www.brasil247.com -
(Foto: ADRIANO MACHADO - REUTERS)


247 - Jair Bolsonaro voltou a demonstrar o seu preconceito contra o povo nordestino. O chefe do Planalto pegou o microfone da câmera da TV Globo e pediu "chuva de honestidade" para a região.

"Queria que a Globo botasse no ar um vídeo com uma canção lá do Nordeste, chama-se Chuva de Honestidade", afirmou. "É uma canção que é mais velha que eu, de 54, e o que o Nordeste sempre precisou foi disso, chuva de honestidade. E o Brasil agradece", acrescentou.

"Chuva de honestidade" era a canção preferida do ex-deputado Osvaldo Coelho (PFL, atual DEM), que morreu em 2015. Um dos trechos diz: "Israel é mais seco que o Nordeste/ No entanto se veste de fartura/ Dando força total à agricultura/ Faz brotar folha verde no deserto/ Dá pra ver que o desmando aqui é certo/ Sobra voto, mas falta competência pra tirar das cacimbas da ciência água doce que serve a plantação".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Antes de conversar e tirar fotos com os cinegrafistas, Bolsonaro perguntou sobre os jornalistas. "Não tem nenhum urubu aí? Urubu que eu chamo é repórter. Vocês [cinegrafistas] não. Vocês são tropa amiga. Não tem nenhum urubu não?".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Paraíbas"

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O chefe do Planalto já havia causado polêmica, no mês passado, ao usar outro temro preconceituoso contra o Nordeste. 

Foi divulgado um vídeo em que Bolsonaro fala sobre "governadores de paraíba" e cita o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB). "Não tem que ter nada para esse cara [Dino]".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cai popularidade

A reprovação de Bolsonaro no Nordeste aumentou 27 pontos percentuais em oito meses. Em janeiro 26% dos eleitores da região avaliavam o presidente como ruim e péssimo. De acordo com pesquisa XP Investimentos/Ipespe, o percentual chegou a 53% em agosto (veja aqui). 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email