Após afastamento, Alexandre de Moraes destrava processo de impeachment de Witzel

O ministro Dias Toffoli havia suspendido o processo atendendo a um pedido da defesa de Witzel para que a Alerj formasse uma nova comissão especial para analisar o caso

Alexandre de Moraes e Wilson Witzel
Alexandre de Moraes e Wilson Witzel (Foto: STF/Carlos Moura | José Cruz/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro do STF Alexandre de Moraes determinou nesta sexta-feira (28) que a Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) dê prosseguimento ao processo de impeachment do agora governador do Rio afastado, Wilson Witzel.

Moraes revogou liminar do presidente do Supremo, ministro Dias Toffoli, que havia ordenado que a Alerj formasse uma nova comissão especial para analisar o processo.

Em sua decisão, Toffoli sinalizava que a Alerj precisaria formar uma nova comissão respeitando a proporcionalidade de representação dos partidos políticos e blocos parlamentares, atendendo a um pedido da defesa de Witzel

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email