Atirador de Aracruz alega que agiu sozinho, mas polícia investiga envolvimento de terceiros, diz governador

Também serão investigados a habilidade do criminoso com armas, o envolvimento com grupos extremistas e o fato de saber dirigir e ter acesso a um carro com 16 anos

www.brasil247.com - Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio (EEEFM) Primo Bitti
Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio (EEEFM) Primo Bitti (Foto: Reprodução)


247 - O adolescente que assassinou pelo menos quatro pessoas em ataque a duas escolas em Aracruz-ES afirmou, em depoimento prestado à polícia, que agiu sozinho no crime, informa o portal g1.

A informação foi repassada pelo governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), neste domingo (27). Casagrande ressaltou, porém, que apesar da alegação do assassino, a polícia ainda apurará se houve envolvimento de terceiros no crime: "Ele disse que agiu sozinho, mas isso não é suficiente para a polícia. A polícia vai de fato fazer toda a investigação técnica."

A reportagem do g1 ainda informa que "entre os pontos investigados estão o acesso e habilidade com armas, saber dirigir e ter acesso ao carro. Além do envolvimento com grupos extremistas. No dia do crime, ele usava vestimentas com um símbolo nazista."

"Nós temos acesso ao seu telefone, aos seus computadores, aos interrogatórios, então é um processo de investigação pra ver se ele tinha algum envolvimento com algum grupo de fora neonazista", acrescenta o governador do ES.

Já é sabido que as armas que foram utilizadas para o massacre eram do pai, policial militar, e Casagrande também declarou que a polícia investiga se houve 'cumplicidade' do genitor no acesso e no manuseio: "A PM está sim no processo de investigação mas é a Polícia Civil que vai dizer se de fato teve cumplicidade."

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247