Benedita da Silva diz que união da esquerda na eleição do Rio foi um “sonho de consumo”

“Eu sairia vice do Freixo na aliança que estávamos buscando. Não foi possível, e o PSOL lançou outra candidatura. Havia um desejo de ampliar porque entendemos que ninguém governa sozinho”, afirmou a candidata do PT à Prefeitura do Rio de Janeiro

(Foto: Benedita da Silva - artigo Celso Raeder)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A candidata do PT para a Prefeitura do Rio de Janeiro, Benedita da Silva, lamentou a divisão da esquerda na capital carioca. Ele afirmou que foi um “sonho de consumo” a união das esquerdas em torno de uma candidatura única em entrevista ao jornal O Globo.

“Eu sairia vice do [Marcelo] Freixo na aliança que estávamos buscando. Não foi possível, e o PSOL lançou outra candidatura. Havia um desejo de ampliar porque entendemos que ninguém governa sozinho”, afirmou. 

“Era preciso que a oposição tivesse um projeto único para o Rio, porque temos pontos comuns nos programas. Seria viável uma aliança até mais ampla, com PSOL, PT, PCdoB, PDT e PSB. Era o nosso sonho de consumo. No segundo turno, a gente se encontra. Seja com quem for, um de nós tem que chegar no segundo turno, o Rio precisa”, disse.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247