Com aumento de internações, governo de SP diz que vai endurecer quarentena na quarta

Número de internados em UTI com Covid-19 chegou ao maior valor desde julho do ano passado. Por conta disso, o comitê de saúde apresentou ao governo estadual novas restrições para reduzir a movimentação de pessoas, que valerão a partir de sexta-feira

Pessoas com máscaras de proteção contra o coronavírus em região comercial de São Paulo (SP)
Pessoas com máscaras de proteção contra o coronavírus em região comercial de São Paulo (SP) (Foto: REUTERS/Amanda Perobelli)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O governo de São Paulo deve anunciar na próxima quarta-feira (24) medidas de endurecimento da quarentena implementadas na pandemia do coronavírus. 

Isso porque o Estado registrou nesta segunda-feira (22) o maior número de pacientes com Covid-19 internados em leitos de UTI desde julho do ano passado.

O anúncio do número das internações foi feito pelo coordenador-executivo do Centro de Contingência da Covid-19 no estado, João Gabbardo. Segundo ele, são 6.410 pacientes internados atualmente. A máxima anterior era de 6.250.

Por conta disso, o comitê de saúde apresentou ao governo estadual novas restrições para reduzir a movimentação de pessoas, que devem começar a valer a partir desta sexta (26). 

As restrições novas iriam além do que prevê o Plano São Paulo, que divide o estado em sub-regiões e determina restrições diferentes de acordo com a fase da quarentena em que se encontra cada área.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email