Doria contesta Pazuello e diz que não há contrato de vacina assinado com o governo de SP

Governador de São Paulo diz que o contrato da compra de 100 milhões de doses da Coronavac, como anunciou o ministro da Saúde, foi encaminhado nesta manhã, mas ainda não assinado. “O que houve foi a elaboração do contrato, mas não a sua assinatura”, disse o tucano

(Foto: GOVSP | ABr)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), contestou anúncio feito pelo ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, na tarde desta quinta-feira (7), em entrevista coletiva, de que o governo federal já assinou contrato para a compra de 100 milhões de doses fa Coronavac, produzida na China, junto ao Instituto Butantan.

“Eu assisti à coletiva e vi que o ministro expressou a assinatura do contrato. Eu não quero desmerecer, nem desautorizar o ministro Pazuello, mas o contrato foi encaminhado nesta manhã, não foi assinado. Até porque um contrato precisa ser assinado pelas duas partes, por aquele que propõe e por aquele que dispõe. O que houve foi a elaboração do contrato, mas não a sua assinatura. Nem pelo ministério da Saúde e nem pelo governo do estado de São Paulo, através do Instituto Butantan”, afirmou Doria, em entrevista à Globonews.

A CNN Brasil teve acesso a um contrato entre o Ministério da Saúde e o Instituto Butantan para a compra de 46 milhões de doses da vacina, dando a possibilidade de compra de mais 54 milhões depois. Em nota, o Butantan confirmou que “a minuta de contrato com o órgão federal foi recebida pelo instituto” e disse que o documento está em análise do departamento jurídico.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email