Doria critica declaração pessimista da OMS sobre vacina

Diante da declaração do chefe da OMS de que ‘talvez nunca exista’ uma vacina contra covid-19, o governador João Doria (PSDB) afirmou que “é preciso ter um pouco de otimismo realista”

Coletiva do Governo de SP e Área da Saúde. 29 de julho de 2020
Coletiva do Governo de SP e Área da Saúde. 29 de julho de 2020 (Foto: GOVSP)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O governador do Estado de São Paulo, João Doria, rebateu o argumento de do chefe da Organização Mundial da Saúde, Tedros Adhanom Ghebreyesus, de que ‘talvez nunca exista’ uma vacina contra covid-19. Segundo o tucano,  em entrevista concedida à Rádio Bandeirantes, “é preciso ter um pouco de otimismo realista”.

A vacina contra a Covid-19, desenvolvida pelo Instituto Butantan em parceria com a chinesa Sinovac, deve ser distribuída em massa em janeiro de 2021 gratuitamente pelo SUS, segundo o governador de São Paulo, João Doria. 

"A quantidade necessária para iniciar a imunização da população brasileira, pode ser aplicada já no início de janeiro com o SUS, com aplicação gratuita em toda população. A melhor notícia que poderíamos ter é a vacina", declarou no dia 27 de julho. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247