Em reunião secreta com delator da Odebrecht, Serra chorou e pediu para ser poupado

Denunciado pela Operação Lava Jato, o senador José Serra (PSDB-SP) marcou em 2016 um encontro com integrantes da Odebrecht e pediu para ser poupado das delações. Até chorou, mas não teve jeito

José Serra
José Serra (Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Alvo da uma denúncia da Operação Lava Jato, o senador José Serra (PSDB-SP) marcou em 2016 um encontro com um dos delatores da Odebrecht, que prometia entregar aos investigadores fatos ilegais envolvendo o ex-governador e sua filha, Verônica. A reunião secreta aconteceu na casa de um funcionário do parlamentar, em uma comunidade, em São Paulo. 

De acordo com informações da coluna de Bela Megali, o tucano chorou, desesperou-se e pediu para ser poupado. Mas foi delatado nas investigações. 

A denúncia da Lava Jato apontou que, entre 2006 e 2007, o tucano usou seu cargo para receber da Odebrecht pagamentos indevidos em troca de benefícios nas obras do Rodoanel Sul.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247