Kennedy: tucanos experimentam veneno que usaram contra PT

Segundo o jornalista Kennedy Alencar, o PSDB surfou na onda da Lava Jato para atacar o PT. "Com atraso, está experimentando o mesmo veneno. Tucanos agem com hipocrisia quando falam da corrupção dos outros", diz ele, sobre o caso de Sergio Brasil, ex-diretor do Metrô de São Paulo que denunciou a corrupção dos governos José Serra e Geraldo Alckmin

247 - O jornalista Kennedy Alencar repercutiu nesta quinta-feira, 29, as acusações de propina nos governos tucanos de José Serra e Geraldo Alckmin em São Paulo. 

"Empreiteiras montaram cartel para corromper funcionários públicos e políticos, seja abastecendo campanhas políticas, seja dando dinheiro para enriquecimento pessoal ilícito mesmo. Aconteceu na estatal. É natural que tenha acontecido nos Estados com grandes obras", disse Kenney em comentário na rádio CBN. 

Segundo o jornalista, o PSDB surfou na onda da Lava Jato para atacar o PT. "Com atraso, está experimentando o mesmo veneno. Tucanos agem com hipocrisia quando falam da corrupção dos outros. É o que está acontecendo no caso de Sergio Brasil, ex-diretor do Metrô de São Paulo que fez delação premiada com a Lava Jato", diz ele. 

Ex-diretor do Metrô, Sérgio Correa Brasil disse, em acordo de delação à Operação Lava Jato em São Paulo, que houve esquema de corrupção envolvendo o Metrô paulista por mais de uma década, a partir de 2004, período que abarca gestões de Geraldo Alckmin (PSDB) e José Serra). A informação foi divulgada hoje pela TV Globo. Essa é a primeira vez que um ex-funcionário do alto escalão Metrô colabora com o MPF (Ministério Público Federal) em investigações (Leia mais no Brasil 247).

Leia o texto na íntegra no Blog do Kennedy

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247