Mesmo sem acordo, sindicatos comemoram mobilização dos trabalhadores na greve unificada em SP

Uma das maiores vitórias da mobilização é a retirada da votação do projeto de lei de privatização da Sabesp que ocorreria nesta terça

Camila Lisboa e uma mobilização feita por metroviários na capital paulista
Camila Lisboa e uma mobilização feita por metroviários na capital paulista (Foto: Metroviários-SP | Reprodução)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - A greve unificada dos trabalhadores dos serviços públicos de São Paulo desta terça-feira 28 deve finalizar sem acordo entre as categorias e o governo.No entanto, de acordo com  reportagem da Carta Capital, as entidades avaliam como positivo o movimento e confirmam que a greve acaba no fim desta terça. >>> Tabata ataca greve do metrô e diz que pouco importa se o serviço é público ou privado

De acordo com a reportagem, uma das maiores vitórias da mobilização é a retirada da votação do projeto de lei de privatização da Sabesp que ocorreria nesta terça na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp). O tema começará a ser discutido na próxima segunda-feira 4.

continua após o anúncio

“Nossa luta contra a privatização da Sabesp, do Metrô e da CPTM continua. A luta contra os cortes de verba na educação continua. Parabéns para as categorias de luta, parabéns para todo mundo que apoiou essa mobilização. Essa unidade, essa combinação de forças, continua”, declarou Camila Lisboa, presidenta do Sindicato de Metroviários de São Paulo.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247