MPMG vai apurar disparo de 'veneno' com drone durante evento com Lula em Uberlândia

O procurador Jarbas Soares Júnior disse que o MPMG fará a apuração e que os responsáveis serão punidos

www.brasil247.com -
(Foto: Reprodução (Twitter))


247 - O PT apresentou no Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), nesta segunda-feira, 20, uma denúncia contra os três suspeitos de operar o drone que jogou 'veneno' contra militantes em Uberlândia durante evento do ex-presidente Lula com o ex-prefeito Alexandre Kalil. 

>>> Operador de drone diz que jogou “veneno” em evento de Lula em Uberlândia: “dois litros”

O produto foi dispersado sobre os militantes que aguardavam as duas lideranças para o lançamento da aliança firmada entre os dois, na última quarta-feira, 15. 

O documento foi entregue nas mãos do procurador-Geral de Justiça, Jarbas Soares Júnior, pelo deputado federal e um dos coordenadores da pré-campanha de Lula no Estado, Reginaldo Lopes (PT).

Nas redes sociais, o procurador disse que o MPMG fará a apuração e que os responsáveis serão punidos. 

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: 

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247