Padilha sai em defesa da Anvisa no caso da Sputnik V: "não vejo nenhuma conotação política no posicionamento"

Para o ex-ministro da Saúde e deputado federal, o problema na decisão da Anvisa está justamente na falta de informações para aprovar a importação do imunizante. Para ele, este aspecto é culpa de Bolsonaro: "por que a Anvisa está sem as informações e o povo fica sem a vacina?"

www.brasil247.com - Alexandre Padilha
Alexandre Padilha (Foto: Agência Câmara)


247 - Em meio aos rumores de que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) agiu politicamente ao rejeitar pedidos de diversos estados brasileiros pela importação da vacina russa contra Covid-19, Sputnik V, o ex-ministro da Saúde e deputado federal Alexandre Padilha (PT-SP) saiu em defesa do órgão em vídeo no Instagram.

Para ele, os técnicos da Anvisa tomaram a decisão exclusivamente com base nas informações que tinham. "Vendo a apresentação e conhecendo o posicionamento dos técnicos da Anvisa, posso afirmar que não vejo nenhuma conotação política, ideológica ou coisa parecida no posicionamento dos técnicos da Anvisa. Os técnicos da Anvisa tomaram uma posição a partir das informações que eles tinham".

Segundo Padilha, Bolsonaro tem culpa justamente neste aspecto: "por que a Anvisa está sem as informações e o povo fica sem a vacina?".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Alexandre Padilha (@padilhando)

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email