Paulo Guedes dá piti ao ser criticado por machismo contra Brigitte Macron: "largo tudo e vou embora"

Durante passeio pela orla do Leblon, no Rio, o ministro Paulo Guedes foi criticado pela declaração machista em relação à primeira-dama da França e reagiu com ameaça: “Na terceira abordagem como essa, eu largo tudo e vou embora. Aí vocês vão ver o que é bom, como é que fica”

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro da Economia, Paulo Guedes, tomou um "puxão de orelhas"  de um grupo de brasileiros nesse domingo, 8, ao passear pelo calçadão da orla do Leblon, no Rio de Janeiro.

"Que feio, hein, ministro, que vergonha!”, disse uma pessoa grupo, referindo-se à declaração machista de Guedes sobre a primeira-dama da França, Brigitte Macron (leia mais no Brasil 247). 

Segundo o jornalista Ancelmo Gois, do Globo, Guedes aproximou-se da turma e concordou. “Foi muito feio. Na verdade, coisa de brasileiro”, atribuindo o seu machismo à prática de todos os brasileiros.

Ao perceber a contestação do grupo que o criticava, Paulo Guedes perdeu a compostura e disparou: “Na terceira abordagem como essa, eu largo tudo e vou embora. Aí vocês vão ver o que é bom, como é que fica.”

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247