PF apreende R$ 90 mil em endereço ligado a Alexandre Baldy, secretário de Doria

A Polícia Federal apreendeu R$ 90 mil atribuídos ao secretário estadual de Transportes Metropolitanos do governo de São Paulo, Alexandre Baldy, preso temporariamente

Alexandre Baldy
Alexandre Baldy (Foto: Lúcio Távora/MCId | Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Polícia Federal apreendeu, na manhã desta quinta-feira (6), R$ 90 mil guardados em dois cofres de uma casa no Lago Sul, área nobre de Brasília (DF). O dinheiro é atribuído a Alexandre Baldy, secretário estadual de Transportes Metropolitanos de São Paulo, do governo João Doria (PSDB).

O secretário foi preso temporariamente por suspeita de fraudes na Saúde do Rio de Janeiro e de São Paulo. Os mandados de prisão, busca e apreensão foram expedidos pelo juiz federal Marcelo Bretas, que julga os processos da Operação Lava Jato no Rio. 

O secretário atuou como deputado federal por Goiás e ministro das Cidades no governo de Michel Temer. Segundo as investigações, Baldy aproveitou os dois últimos cargos para intermediar contratos, sobre os quais ganharia um percentual.

Além de São Paulo e do Distrito Federal, policiais também cumpriram mandados em Petrópolis (RJ) e Goiânia (GO). Ao todo, três pessoas foram presas, entre elas um pesquisador da Fiocruz, Guilherme Franco Netto.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247