PF apreende R$ 90 mil em endereço ligado a Alexandre Baldy, secretário de Doria

A Polícia Federal apreendeu R$ 90 mil atribuídos ao secretário estadual de Transportes Metropolitanos do governo de São Paulo, Alexandre Baldy, preso temporariamente

www.brasil247.com - Alexandre Baldy
Alexandre Baldy (Foto: Lúcio Távora/MCId | Reprodução)


247 - A Polícia Federal apreendeu, na manhã desta quinta-feira (6), R$ 90 mil guardados em dois cofres de uma casa no Lago Sul, área nobre de Brasília (DF). O dinheiro é atribuído a Alexandre Baldy, secretário estadual de Transportes Metropolitanos de São Paulo, do governo João Doria (PSDB).

O secretário foi preso temporariamente por suspeita de fraudes na Saúde do Rio de Janeiro e de São Paulo. Os mandados de prisão, busca e apreensão foram expedidos pelo juiz federal Marcelo Bretas, que julga os processos da Operação Lava Jato no Rio. 

O secretário atuou como deputado federal por Goiás e ministro das Cidades no governo de Michel Temer. Segundo as investigações, Baldy aproveitou os dois últimos cargos para intermediar contratos, sobre os quais ganharia um percentual.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Além de São Paulo e do Distrito Federal, policiais também cumpriram mandados em Petrópolis (RJ) e Goiânia (GO). Ao todo, três pessoas foram presas, entre elas um pesquisador da Fiocruz, Guilherme Franco Netto.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email