(Vídeo) Deputados bolsonaristas voltam a invadir hospitais em SP

Os deputados estaduais Coronel Telhada (PP) e Sargento Neri (Avante), apoiadores de Jair Bolsonaro, e Márcio Nakashima (PDT), apareceram de surpresa no Hospital Geral de Guarulhos, para verificar a ocupação de leitos durante a pandemia do coronavírus. Sargento Neri criticou o governador João Doria (PSDB)

www.brasil247.com -
(Foto: Reprodução)


247 - Depois de invadir o hospital de campanha do Anhembi, deputados de São Paulo apareceram de surpresa no Hospital Geral de Guarulhos, para verificar, nesta terça-feira (16), a ocupação de leitos durante a pandemia do coronavírus. Entre os parlamentares que participaram da ação estão o Coronel Telhada (PP) e Sargento Neri (Avante), apoiadores de Jair Bolsonaro, e o deputado Márcio Nakashima (PDT).

Em vídeo compartilhado nas redes sociais, Sargento Neri elogiou as UTIs para tratar os pacientes com Covid-19 e criticou o governador João Doria (PSDB). 

"O prefeito Bruno Covas e o Governador João Doria precisam fazer um estágio aqui para aprender um pouquinho. Porque o hospital de campanha do Ibirapuera e do Anhembi não têm UTI. É uma das coisas que mais falei nos vídeos, poderia fazer essas UTIs nesses hospitais de campanha. E aqui é prova disso. Tem 24 UTIs funcionando, com equipamentos e medicamentos. Então, Bruno Covas e João Doria, fake news é a administração de vocês, é o que vocês fizeram no Anhembi e no Ibirapuera", disse o parlamentar.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

De acordo com o governador, parlamentares tentarem invadir hospitais e centros de tratamento de Covid-19, serão punidos pelo crime de invasão. "Faremos a criminalização desses invasores, parlamentares ou não", afirmou Doria em coletiva de imprensa nesta segunda-feira (15).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email