CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Sul

Após decisão do pai, Requião Filho sinaliza que também poderá deixar o PT

"O discurso da campanha de Lula foi forte, o levou a vencer a eleição. Porém, após estar no governo, esse discurso foi esquecido", critica o deputado estadual do Paraná

Deputado Requião Filho (Foto: Eduardo Matisyak)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - Após seu pai, o ex-governador do Paraná Roberto Requião, anunciar sua desfiliação do PT, o deputado estadual Requião Filho (PT) comentou a decisão nesta quinta-feira (28) e sinalizou que também poderá deixar a legenda: "por enquanto, estou atrelado ao PT pela lei da fidelidade partidária. Aguardo que o TSE dê uma definição clara sobre a saída de partidos com anuência e cartas de autorização das executivas nacional, estadual e municipal".

Segundo Filho, o ex-governador deixou o PT "para honrar sua história". Para o deputado, o governo Lula (PT) abandonou as bandeiras que ostentou durante a campanha eleitoral de 2022. "Requião apoiou o PT em um momento onde a escolha era Lula ou Bolsonaro. E o discurso da campanha de Lula foi um discurso forte, que o levou a vencer a eleição. Porém, após estar no governo, esse discurso foi esquecido. Alianças com o governador Ratinho, a implementação do pedágio, a conivência com a venda da Copel, a privatização da Sanepar, dos portos de Paranaguá, tudo com o apoio e a conivência do governo federal, nos afasta, nesse momento, do partido".

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Relacionados

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO