Com PSL implodindo, Bolsonaro vai a Florianópolis com Moro para aula de tiro

Em meio à grave crise interna do PSL, que ameaça a governabilidade, Jair Bolsonaro e o ministro da Justiça, Sérgio Moro, foram a Florianópolis nesta quinta-feira, 17, participar de aulas de tiro

(Foto: REUTERS/Diego Vara)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Em meio à grave crise interna do PSL, que ameaça a governabilidade, Jair Bolsonaro e o ministro da Justiça, Sérgio Moro, foram a Florianópolis nesta quinta-feira, 17, participar de aulas de tiro. 

“Em Florianópolis com Sérgio Moro para uma série de compromissos: participamos de curto treino de tiro na inauguração de um complexo de unidade de tiros, bem como visitamos 1,2 mil alunos em 32 turmas do curso de formação da Polícia Rodoviária Federal em Vargem Pequena, no Norte da Ilha”, publicou Bolsonaro nas redes sociais.

Nesta quinta-feira, o presidente nacional do PSL, Luciano Bivar, destituiu o senador Flávio Bolsonaro e do deputado Eduardo Bolsonaro das presidências estaduais do PSL no Rio de Janeiro e em São Paulo, respectivamente (leia mais no Brasil 247). 

Por outro lado, a deputada Joice Hasselmann foi retirada do cargo de líder do governo no Congresso. Em seu lugar, assume o senador Eduardo Gomes (MDB-TO). 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247