Dino aciona CNJ e MPF contra desembargador que disse que Paraná "tem nível cultural superior ao Norte e Nordeste"

"Precisamos de uma Justiça antirracista no Brasil", declarou o ministro após a fala do desembargador do Tribunal de Justiça do Paraná Mário Helton Jorge.

Mário Helton Jorge
Mário Helton Jorge (Foto: Reprodução)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino (PSB), anunciou pelo Twitter neste sábado (15) que acionará o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e o Ministério Público Federal (MPF) contra o desembargador do Tribunal de Justiça do Paraná Mário Helton Jorge.

"Precisamos de uma Justiça antirracista no Brasil. E por isso vamos enviar ao CNJ e ao MPF o caso do desembargador que propagou que um Estado tem 'nível cultural superior' a outras regiões, em abordagem discriminatória. Consideramos que a conduta pode ser enquadrada na Lei 7716/89", publicou Dino. A lei citada define os crimes resultantes de preconceito de raça ou de cor.

continua após o anúncio

Entenda

O desembargador Mário Helton Jorge, durante sessão realizada na última quinta-feira (13), destilou preconceito contra outras regiões do país ao afirmar que o Paraná "tem nível cultural superior ao Norte e ao Nordeste" e que também que não possui o "jogo político dos outros estados”. 

Segundo a coluna Painel, da Folha de S. Paulo, o magistrado emitiu uma nota em que diz “que não teve intenção de estabelecer comparação de cunho preconceituoso”.

continua após o anúncio

A declaração do desembargador aconteceu durante uma sessão da  2ª Câmara Criminal. 

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247