Justiça nega pedido de candidato bolsonarista para censurar postagem que o denuncia

Fernando Francischini, candidato em Curitiba pelo PSL, tentou censurar uma postagem que lembrava a intensa repressão aos professores e funcionários públicos paranaenses, em 2015, quando ele era secretário de Segurança do governo Beto Richa (PSDB)

(Foto: LUIS MACEDO/ANB)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Justiça Eleitoral do Paraná considerou improcedente a representação do candidato a prefeito de Curitiba Fernando Francischini (PSL) contra um internauta que denunciou a repressão exercida por ele quando era secretário de Segurança do governo de Beto Richa (PSDB) no Paraná, segundo o jornalista Jorge Yared em seu perfil no Facebook.

Francischini perdeu A Justica Eleitoral do Paraná acaba de considerar improcedente a representação do candidato a...

Publicado por Jorge Yared em Segunda-feira, 19 de outubro de 2020

Francischini tentou censurar uma postagem que lembrava a intensa repressão aos professores e funcionários públicos paranaenses que protestavam em 2015. O ocorrido marcou o governo do PSDB, de Beto Richa.

Os funcionários públicos tentavam ingressar no plenário da Assembléia Legislativa contra um projeto que mexia no seu fundo previdenciário.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247