Perto de virar governador interino, presidente da Alesc é denunciado 12 vezes pelo MPF por lavagem de dinheiro

O presidente da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), Julio Garcia, que está prestes a assumir como interino o governo do estado, foi denunciado doze vezes pelo Ministério Público Federal (MPF) pela prática de lavagem de dinheiro. Os três filhos e a ex-mulher do deputado também foram denunciados

Instauração da CPI das Águas é adiada na Alesc
Instauração da CPI das Águas é adiada na Alesc
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O presidente da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), Julio Garcia (PSD), que está prestes a assumir como interino o governo do estado, foi denunciado doze vezes pelo Ministério Público Federal (MPF) pela prática de lavagem de dinheiro. Os três filhos e a ex-mulher do deputado também foram denunciados. A reportagem é do jornal O Globo.

Julio Garcia era sócio oculto da Apporti, uma empresa de tecnologia que venceu uma licitação com a Secretaria de Administração de Santa Catarina, aponta a denúncia do MPF. O dono da Apporti, Jefferson Colombo, fez repasses indiretos ao presidente da Alesc, através da compra de imóveis e bens para a família de Garcia, que somam cerca de R$ 2,5 milhões, acrescenta a reportagem. Os procuradores também denunciaram o empresário. 

A Alesc vai votar nesta quinta-feira (17) a admissibilidade do processo de impeachment contra o atual governador Carlos Moisés (PSL). O parecer do deputado estadual Luiz Fernando Vampiro (MDB), pela perda do mandato tanto de Moisés quanto de sua vice, Daniela Reinehr (sem partido), foi aprovado em comissão especial na terça-feira (15). O afastamento do cargo do governador e de sua vice deve acontecer imediatamente e quem assume é o presidente da Alesc.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247