Tá nos trends

Girão diz que manifestação golpista convocada por Bolsonaro foi "a maior da história" e vira piada

O senador Humberto Costa (PT-PE) chegou a confrontar o aliado de Bolsonaro durante a CPI da Covid nesta quarta-feira. Girão ainda se tornou alvo de chacota por sem querer "entregar" ministro da CGU e o governo federal na comissão

Eduardo Girão
Eduardo Girão (Foto: Pedro França/Agência Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O senador governista Eduardo Girão (Podemos-CE), membro da CPI da Covid, afirmou em sessão da comissão nesta quarta-feira (15) que as manifestações golpistas e antidemocráticas convocadas por Jair Bolsonaro para o 7 de setembro passado foram 'as maiores da história'. A alegação, claro, virou piada nas redes.

Girão chegou a ser confrontado no momento da declaração pelo senador Humberto Costa (PT-PE), que ressaltou o caráter antidemocrático dos atos, que sustentavam, por exemplo, ataques ao Supremo Tribunal Federal (STF).

O governista também se tornou alvo de chacota por outro motivo: há muito tempo na CPI da Covid o senador pede que o ministro da Controladoria-Geral da União (CGU) Wagner Rosário seja chamado para depor, como uma estratégia de fazer com que o foco da comissão se volte para os estados, deixando de lado os casos de corrupção envolvendo o governo federal.

PUBLICIDADE

Nesta quarta-feira, ficou confirmada a ida de Rosário à CPI, mas para que ele se explique sobre a possível prática de prevaricação. Há pedido até para que o ministro seja ouvido na condição de investigado.

Veja a repercussão:

 

 

PUBLICIDADE

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email