Tá nos trends

STJ suspende autorização de “Festa da Banana” na Bahia, que teria cachê de R$ 700 mil a Gusttavo Lima

Em reviravolta, ministro suspendeu decisão que autorizava realização de festa milionária na cidade de Teolândia

www.brasil247.com -
(Foto: Divulgação)


247 - Em uma reviravolta sobre o caso, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) suspendeu a decisão que autorizava a realização da milionária “Festa da banana”, na cidade de Teolândia, na Bahia, que teria o sertanejo Gusttavo Lima como uma das atrações principais. 

O pedido de suspensão havia sido feito pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA), que acionou a Justiça após suspeitas de irregularidades nos gastos com a festa – somente Gusttavo Lima receberia mais de R$ 700 mil de cachê - e foi atendido por decisão judicial.

O município de Teolândia está em estado de emergência oficial desde final do ano passado e gastaria mais de R$ 2 milhões com a festa. Ao todo, o festival teria 28 shows, com um custo total de R$ 2 milhões, o que corresponde a 40% do dinheiro gasto com a saúde do município ao longo do último ano, informa reportagem do G1.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A organização da Festa da Banana chegou a ironizar a decisão do STJ no Twitter dizendo que Gusttavo Lima iria sim se apresentar: “Hoje tá mais fácil o mundo acabar do que Gusttavo Lima não se apresentar na Festa da Banana. Cheguem cedo!”. Pouco depois, porém, a mensagem foi apagada e substituída por outra que informava o cancelamento: “Com muita tristeza, comunicamos o cancelamento da festa de hoje!”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A decisão deste domingo, assinada pelo presidente o STJ, ministro Humberto Martins, acontece em meio a um escândalo envolvendo dinheiro público destinado a cachês de sertanejos. Dois shows de Gusttavo Lima foram cancelados. Em uma pequena cidade de Minas Gerais, o cantor receberia R$ 1,2 milhão. Em São Luiz, Roraima, o cachê era de R$ 800 mil. Em Magé, no Rio de Janeiro, uma investigação foi aberta para apurar os valores ao cantor.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email